quarta-feira, 3 de março de 2021

O QUE VIER EU TRAÇO


O Instituto Paraná consultou 2.070 pessoas no País, entre os dias 24 e 26 de fevereiro e concluiu que 70,2% dos brasileiros gostariam de poder escolher qual vacina tomar.

A Coronavac teve 23,6% das preferências.

A AstraZeneca teve 21,2%

Pfizer teve 11,3%

Johnson & Johnson teve 9%

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA


A rara pintura de Winston Churchill, que foi presenteada ao presidente dos Estados Unidos Franklin D. Roosevelt durante a Segunda Guerra Mundial e acabou entrando na coleção da atriz Angelina Jolie, se tornou a pintura mais cara do ex-primeiro-ministro britânico a ser vendida em leilão, alcançando quase £ 8,3 milhões (R$ 65 milhões).

A obra, denominada “Torre da Mesquita de Koutoubia”, foi vendida em 1º de março pela coleção da família Jolie e apresenta as sombras longas e os tons quentes de um pôr do sol em Marrakesh, no Marrocos .

Viver é Perigoso 

PRÁ NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES

Contágios em asilos despencam na Espanha após início da vacinação.

Instituições para idosos no país inteiro registraram apenas 215 casos positivos entre 15 e 21 de fevereiro, contra 4.439 de 18 a 24 de janeiro. Número de mortes no período caiu de 673 para 157.

Outro dado animador é que 5 das 17 regiões espanholas (Astúrias, Cantábria, Múrcia, Navarra e La Rioja) não registraram nem um só contágio em asilos geriátricos na última semana.

É a primeira vez que os dados de contágios em asilos são divulgados em nível nacional. Agora se sabe que pelo menos 86.219 idosos se contagiaram nos mais de 5.400 asilos existentes na Espanha. O impacto da covid-19 nos asilos foi altíssimo: No relatório publicado ontem (2) é citada pela primeira vez também a cifra oficial de mortos em asilos: 29.408 com covid-19 confirmada ou com sintomas compatíveis.

Embora essa melhora coincida com a administração da segunda dose das vacinas nos asilos, é cedo para tirar conclusões definitivas. Faltam dados para saber que parte da melhora se deve à imunização, que parte a outras restrições, e que parte à remissão natural da terceira onda da pandemia.

Dados El País

Viver é Perigoso

AGORA VAI !



Governo já tem novo nome para assumir a presidência do Banco do Brasil. O mercado, de forma generalizada, desconfia que será nomeado alguém cujo nome comece com G.

Viver é Perigoso

MÉXICO - ITAJUBÁ


A Secretaria de Estado de Saúde (MG) confirmou que foram encontradas em amostras de pacientes infectados no Sul de Minas a presença das novas variantes do vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19. As variantes foram encontradas em amostras de pacientes de Varginha, Cruzília, Ibitiúra de Minas, São Lourenço e Itajubá.

No caso de Itajubá, foi detectada a presença da linhagem B.1.1.222 em uma paciente da cidade com histórico de viagem pelo México (Cancun com escala no Panamá) no mês de janeiro/2021.

Em tempo, a linhagem B.1.1.222, foi descoberta no México com uma mutação T478K. (?) e que provocou 87,23% dos casos de Covid-19 estudados naquele País em fevereiro/2021.

Viver é Perigoso

NAS MANCHETES !

 

Viver é Perigoso

THE NEW YORK TIMES




“Nenhum outro país que experimentou um surto tão grande ainda está enfrentando recordes de mortes e um sistema de saúde à beira do colapso. O Brasil está enfrentando uma variante mais contagiosa que atropelou uma grande cidade e está se espalhando para outras, ao mesmo tempo em que brasileiros jogam fora medidas de precaução que poderiam dar-lhes segurança”.
The New York Times

Viver é Perigoso

CARTA QUE NÃO RECEBI


São Paulo, 3 de março de 2021

Ref.: Pandemia

Minha Gente,

Estamos diante de um novo crescimento de casos desde a segunda quinzena de fevereiro em várias regiões do Brasil, que se reflete em mais internações e mortes. 

Este aumento tem características diferentes do que aconteceu entre junho e agosto de 2020, quando diferentes regiões e Estados não foram atingidos simultaneamente. 

Desta vez, o aumento vem acontecendo de forma semelhante nos diferentes lugares, o que coloca o sistema de saúde sob estresse muito mais intenso em todo o país.

Os números da doença projetam uma situação extremamente difícil.

O cenário pode se agravar ainda mais com o alastramento de variantes virais de maior transmissibilidade. A variante inglesa já é detectada em grande número na cidade de São Paulo e já há relatos de transmissão local da variante de Manaus, a P.1, em diferentes locais do Estado de São Paulo.

Ainda temos algum tempo, pouco tempo, para amenizar a gravidade do problema.

Muitos dos que poderão ser internados com Covid-19 em duas semanas ainda não foram infectados. Mas estão na iminência de contraírem o vírus, considerando-se que serão cinco dias, em média, de período de incubação e cerca de uma semana até que a doença se agrave. É o momento de aumentarmos, ainda mais, as medidas de proteção.

As imposições dos estados e municípios são desagradáveis, todos sabem disso. 

Restrições de mobilidade, fechamento de atividades econômicas, obrigatoriedade de uso de máscaras. Entretanto, não restam outras alternativas ao constatarmos que os serviços de saúde, públicos e privados, estão prestes a entrar em colapso.

O efeito destas medidas no combate à transmissão só será possível se assumirmos uma atitude responsável. E aqui vale ressaltar o risco que todos correm, coletivamente.

Perceber que cada um de nós, nossos amigos e familiares, estamos sob risco iminente é a forma mais direta para adaptarmos nosso comportamento, tentando frear a transmissão do vírus. Não há mais tempo a perder acreditando que o poder público resolverá o problema de todos.

Não tenhamos ilusões. Na vida real, todos seremos responsáveis pelo que pode acontecer nas próximas semanas.

Esper Kallás

Médico infectologista, é professor titular do departamento de moléstias infecciosas e parasitárias da Faculdade de Medicina da USP e pesquisador na mesma universidade. E claro, itajubense.

Viver é Perigoso

MAIS OU MENOS ASSIM


Conta a lenda, que em tempos jurássicos, com o cinema lotado, um jovem estudante conseguiu sentar ao lado de uma bonita moça. Filme romântico com trilha sonora levando a macia voz do Pat Boone.

Deu clima. O jovem, sorrateiramente, e muito de leve, segurou na mãozinha da mocinha que estava postada  no braço da poltrona. Tudo em silêncio e sem desgrudar os olhos da tela.

Passados alguns segundos, a loirinha inclinou-se e disse para o rapaz:

Caso você, dentro de uma hora, não tirar a sua mão de cima da minha eu vou chamar o "lanterninha".

Ontem em Belo Horizonte aconteceu semelhante caso.

Com a tragédia pandêmica assolando o Estado de Minas e ciente que a solução única que existe é a vacina, declarou o governador Zema:

Se o governo federal não providenciar as vacinas nós vamos comprá-las. 

Blog: Considerando a velocidade de ação do governador, caso o governo federal não tome providências até ali pelo final do ano, ele (Zema) irá buscar no mercado e comprar a vacina.

Viver é Perigoso