sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

CANTINHO DA SALA

 


Paul Klee - Tale à la Hoffmann (1921) - Museu Metropolitano de Arte, Nova Iorque.

Viver é Perigoso

A CIDADE


Tu dizias: “Irei para outras terras, outros mares
em busca de cidade melhor do que esta.

Não encontrarás outras terras nem outros mares.
A cidade te seguirá. E nas mesmas ruas sem fim
errarás, nos mesmos bairros te perderás,
e nas mesmas moradas teus cabelos embranquecerão.
Onde quer que vás reencontrarás esta cidade.

Konstantinos Kaváfis - Tradução: Priscila Manhães

Viver é Perigoso

ADEUS TRÊS CORAÇÕES



A Escola de Sargentos das Armas (ESA) vai deixar Três Corações depois de mais de 70 anos.

A oficialização sobre a saída da escola de Três Corações foi feita ontem (4) durante café da manhã do prefeito Gordo Dentista com o general de divisão Joarez Alves Pereira Junior e com o general de brigada Flávio Alvarenga Filho, que é comandante da ESA.

Segundo a administração municipal, o general Joarez disse que questões logísticas e estruturais levaram a esta decisão 

A saída da escola não tem data definida devido aos cursos em andamento. A ESA vai passar a abrigar cursos de pós-graduação para sargentos na cidade.

“Quanto ao destino da ESA, a informação é de que a cidade ainda não está definida, já que os estudos estão em andamento.

Blog: Só falta estar indo também para Extrema.

Viver é Perigoso

LA VIE EN ROSE



A vida em cor de rosa. Maravilha composta em 1946 pelo espanhol de Barcelona, Louis Guglielmi, com letra da maior cantora francesa de todos os tempos. Claro, Edith Piaf.

A canção, também foi magnificamente interpretada pela Mireille Mathieu e inovada pela Grace Jones. Tem quem aprecie com o Andrea Bocelli.

Em 1950, Louis Armstrong fez a versão para o inglês e a gravou no seu estilo.

Um lindeza ficou a gravação da Elba Ramalho, com Oswaldinho do Acordeon.

Interessante: Em outubro de 1990, Elba Ramalho se apresentou em uma temporada no Blue Note de Nova York, uma das mais tradicionais e seletivas casas de jazz americana. No encerramento do show, dirigido pelo Nelson Motta, Elba interpreta "La vie en Rose".

Aplaudida de pé !

Viver é Perigoso

OH ! MINAS GERAIS


Presente no País há mais de 65 anos, a Nakata Componentes Automotivos, responsável pela fabricação de autopeças para o mercado de reposição, vai transferir a sua unidade de fabricação de amortecedores do município de Diadema, no ABC Paulista, para Extrema, no Sul de Minas Gerais. 

No local, já funciona um dos centros de distribuição da companhia.

Na última terça-feira, funcionários da Nakata Componentes Automotivos em Diadema fizeram uma manifestação para a preservação dos empregos por conta das possíveis demissões que vão ocorrer com a mudança de cidade – já se fala em um número total de 225.

A transferência para a cidade de Extrema, de acordo com a Nakata Componentes Automotivos, vai começar no fim do mês de março. A previsão é de que a conclusão se dê no fim de abril.

Viver é Perigoso

E LÁ VAMOS NÓS !


 Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !


Fale bem das pessoas pelas costas. Basta uma palavra de carinho e ela acabará sabendo. É bom.

Na pequenas aldeias, certas pessoas despertam não só curiosidade, admiração ou reverência, mas também inveja e rivalidade disfarçadas que podem desembocar em raiva ou maledicência.

Como uma onda, vez por outra, nos vemos na presença de grosseria, tanta maledicência, tanta acusação sem sentido e tanto desrespeito.

Para os que estão chegando agora, Maledicência é sinônimo de: difamação, mordacidade, mexerico, fuxico, fofoca. O contrário é elogio.

Escreveu Platão no ano 340 a.C

"Calarei os maldizentes continuando a viver bem; eis o melhor uso que podemos fazer da maledicência."

Viver é Perigoso

ASSUNTO ESCLARECIDO E ENCERRADO

 


Viver é Perigoso

MOÇO BONITO


Mateus Riera Lima, simplesmente Mat. Completa hoje seus oito anos. Na longínqua Sorocaba vive o aniversário. Pela primeira vez com o Vô longe.

Mat, como eu vejo um pequeno anjo. Anjo moleque, sensibilidade a flor da pele. Tiradas mágicas e surpreendentes. Inteligente, alegre, brincalhão e de uma vivacidade impressionante. Se expressa e entende tudo pelo olhar.

Na pandemia, passou uma inesquecível temporada com os avós em Itajubá. Se possível fosse, naqueles dias, ainda nos aproximamos mais.

Os pais vieram buscá-lo. Antes de entrar no carro para a viagem, aconteceu a sempre difícil despedida de grandes amigos e amores.

Partiu.

Antes de chegarem em Piranguinho, perguntou aos seus Pais:

Gostaria de ficar um dias a mais com meu avô. Seria possível ?

Os pais nem discutiram. Retornaram com ele para a Boa Vista, é claro.

No reencontro no portão, após passados eternos 10 minutos da despedida, abraço forte, silencioso e com os olhos úmidos.

Sem Palavras. E precisava ?

Viver é Perigoso