quinta-feira, 6 de maio de 2021

DE TODO O JEITO É TRISTE


Todo mundo sabe que o ex-ministro Pazuello anda nervoso com a sua convocação para depor na CPI do covid-19. Aliás, só nervoso é uma maneira otimista de dizer.

Amigos, vêm aconselhando Pazuello a comparecer com sua farda de general, atrelando sua imagem à do Exército para, assim, desencorajar os parlamentares que teriam questionamentos mais duros.

Informações dão conta que o comando do Exército já sinalizou preferir que o general se apresente à comissão em trajes civis, de modo a não associar o evento à Força.

Viver é Perigoso

7 comentários:

Anônimo disse...

Ele pode ir de farda, ou de terno.
A fantasia bolsonarista real nao é a roupa que se usa, mas o ato de lamber botas.

Anônimo disse...

Pazuello chamou o colega criminalista Zoser Hardman para ajudar na sua defesa na CPI.Experiência em tribunais de júri/defesa de investigados pelo MP e pela polícia. São seus clientes Salvattore Cacciola e milicianos no RJ. Orienta Pazuello : dar respostas curtas, não cair em provocações e evitar nas respostas dar munição para os senadores na réplica.
Acho que só tem uma solução, não abrir a boca sob o pretexto de não produzir provas contra si. Causídico Jurássico

Anônimo disse...

O engraçado disso tudo é que Bolsonaro só xinga e ameaça governadores, prefeitos e Supremo. Nada fala contra o Congresso onde foi criado o seu maior temor no momento a CPI. Por que será???? Causídico Jurássico

Anônimo disse...

Acho q general precisa falar, vai q consegue ressuscitar pessoas q morreram de covid?
Precisa ajudar o trabalho árduo dos integrantes da CPI, caramba...

Anônimo disse...

Poderia ir fantasiado de Batman.

Anônimo disse...

Corrigindo a informação, Pazuello foi convocado estrategicamente como testemunha. Então teoricamente não pode produzir provas contra si no momento do depoimento. Claro que politicamente e para o futuro se ele escorregar é outra história.
Gostaria de lembrar o assunto já colocado aqui sobre a questão das escolhas de ministros pelo presidente. Ele pensa errado tem parâmetros tortos e na maioria das vezes escolhe muito mal.
Educação, Meio Ambiente e Saúde são exemplos de focos de queixas e crises. Na saúde foi só trocar por um mais competente que diminuíram as críticas e tensões. Causídico Jurássico

Anônimo disse...

Com aquela turma lá eu entraria mudo e sairia calado. Ah...