quinta-feira, 1 de abril de 2021

JÁ É UM COMEÇO


Por maioria, o Supremo Tribunal Federal derrubou decreto do presidente Jair Bolsonaro que permitia ao governo indicar diretores-gerais interinos em Centros Federais de Educação Tecnológica quando o cargo estiver vago. Por dez votos a um, os ministros entenderam que a medida viola a autonomia dos institutos.

O julgamento foi realizado no plenário virtual da Corte e contou com dez votos pela derrubada do decreto. O único voto divergente foi proferido pelo ministro Kassio Nunes Marques, indicado ao Supremo por Bolsonaro.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: