domingo, 11 de abril de 2021

MOÇA BONITA - DA PÁ VIRADA


Para os que estão chegando agora: "da pá virada",  diz-se de algo ou alguém que foge dos padrões habituais por ser brincalhão e provocador, ou imprevisível e impetuoso, ou amalucado etc.

Patrícia Rehder Galvão, conhecida como Pagu, nasceu em São João da Boa Vista em 1910, foi uma escritora, poetisa, diretora, tradutora, desenhista, cartunista, jornalista, militante política.

Imaginando que o seu nome fosse Patrícia Goulart, o poeta Raul Bopp, pretendendo fazer uma brincadeira com as primeiras sílabas do nome, a chamou de Pagu.

Foi uma mulher avançada para os padrões da época, com seu comportamento considerado extravagante e defendendo as causas. Fumava e bebia em público, usava roupas colantes e transparentes, usava cabelos curtos, manteve diversos relacionamentos amorosos, e costumava falar palavrões. 

Pagu, em 1928, iniciou um romance secreto, desta vez com Oswald de Andrade, em 1928, enquanto ele ainda era casado com Tarsila do Amaral.  Com a separação de Andrade, casaram-se no dia 1º de abril de 1930 em uma cerimônia pouco convencional: o acontecimento foi simbólico, realizado no Cemitério da Consolação, em São Paulo.

Em 1931, ao participar da organização de uma greve de estivadores em Santos, Pagu foi presa pela polícia política de Getúlio Vargas. Foi a primeira de uma série de 23 prisões ao longo da vida. Depois de alguns anos de militância, em 1933, partiu para uma viagem pelo mundo, deixando no Brasil o marido e o filho. Em 1935, foi presa em Paris como comunista estrangeira, com identidade falsa, sendo repatriada para o Brasil. 

Retomou sua atividade jornalística, criticando a ditadura militar. Foi novamente presa e torturada pelas forças da ditadura de Getúlio Vargas. Desta vez acabou ficando na cadeia por cinco anos, o que a levou a um intenso desespero, ampliando ainda mais sua capacidade artística e criativa. 

Saiu da prisão em 1940 e rompeu com o Partido Comunista. Iniciou um relacionamento com Geraldo Ferraz, união que durou até o fim de sua vida, que aconteceu em Santos, em 1962.

Pagu teve dois filhos. Rudá de Andrade, com Oswald de Andrade e Geraldo Galvão Ferraz, com Geraldo Ferraz.

O "Retrato de Pagu" (acima) é obra do Di Cavalcanti (1897 - 1976) - Da década de 30, com dedicatória e assinatura do pintor.

Viver é Perigoso

SUPERMAN

 

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO


Viver é Perigoso

 

sábado, 10 de abril de 2021

CANTINHO DA SALA

Cy Twombly, poeta, pintor, escultor, aquarelista e fotógrafo americano nascido na Virgínia, em 1928. Tomou o barco em 2011, em Roma. Foi um dos artistas mais importantes do século XX.
Pode-se dizer que qualquer criança poderia fazer um desenho como Twombly apenas no sentido de que qualquer tolo com um martelo poderia fragmentar esculturas como Rodin , ou qualquer pintor de casa poderia respingar tinta, assim como Pollock . Em nenhum desses casos seria verdade.
Twombly começou certo por saber que a arte de grande poder e complexidade poderia ser construída a partir de marcas elementares e efeitos irregulares, totalmente acidentais. Em um primeiro momento, rabiscos, manchas, pingos e arranhões realmente podem parecer algo despretensioso, mas suas composições são únicas e totalmente poéticas. Ele mistura o grafite e a arte de rua com uma elegância autoconsciente, criando um reflexo de sua própria vida, começando na austeridade do pós-guerra e fazendo uma ponte com minimalismo e o expressionismo abstrato.

Viver é Perigoso

SÓ CADEIA É POUCO


Para além da exaustão dos profissionais de saúde, que há um ano convivem com rotinas intensas nas unidades, a demanda nas alturas fez ainda elevar os preços de insumos essenciais para os tratamentos, principalmente do kit intubação.

É o que apontou um levantamento realizado na última sexta-feira (9) pela Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais (Federassantas). De acordo com os dados, a variação dos preços chegou a subir quase 1.300% entre outubro do ano passado e abril de 2020. É o caso da ampola de 10 milímetros do fentanil, um anestésico que alivia dores intensas e chega a ser 100 vezes mais forte que a morfina – em 2020, o valor era de R$ 4,95 e saltou para R$ 64.

Em seguida, aparece o besilato de cisatracúrio injetável, com 5 ml. O medicamento é um bloqueador neuromuscular usado na terapia intensiva para que a ventilação mecânica seja efetiva nos casos em que o vírus provoca insuficiência respiratória. Nesse período, houve uma variação de 1.000%, saltando de R$ 23,90 para R$ 239. Já o midazolam de 50 miligramas registrou um aumento de 810%, com preços que passaram de R$ 11,95 para R$ 96,90, quando encontrado no mercado – o medicamento é um sedativo crucial na terapia intensiva.

Viver é Perigoso

A HISTÓRIA SE REPETE


No final dos anos 1980, em viagem pelas cidades barrocas de Minas Gerais, cheguei à Igreja de São Francisco de Assis, em São João Del-Rei, cujo projeto original é de Aleijadinho. Depois de contemplar o interior e o traçado do templo, já na saída, um guardião me interpelou. Eu tinha esquecido de visitar o túmulo de Tancredo Neves. Por delicadeza, me deixei levar ao “locus sacratus”. E ouvi do meu guia acidental que, morto, Tancredo fazia milagres. A morte dele tinha criado, de fato, uma comoção nacional, com a manifestação de grande devoção a uma pessoa que já pertencia ao plano hagiográfico.

O caso de Tancredo não é isolado, antes reflete um padrão que conduz as escolhas políticas no Brasil. Entre nós, atua a lógica do caudilho. O caudilho é um líder que se confunde, entre os seus, com a figura acima do bem e do mal, que cria um exército de seguidores que dão a sustentação a um desejo de refundar o país. Na história curta da República, quando a democracia pôde ser exercida, houve recorrentes líderes com tais traços.

Só isso explica que Getúlio Vargas, depois de ter mudado o curso sucessório com um exército paralelo sob seu comando, em 1930, exercendo o poder ditatorial até 1945, retorne pelo voto livre em 1951. Ele já não pertencia à própria biografia, pois havia sido santificado. Tanto que seu suicídio faz parte da consolidação do mártir. É da natureza do caudilho criar esta crença no seu poder messiânico. Com mais ou com menos elementos caudilhescos, muitos presidentes do Brasil podem ser aproximados a esta categoria. Jânio Quadros, um pernóstico professor de português, se encaixa nela, tendo chegado à presidência com um apelo populista de saneador político, não conseguindo, no entanto, se sustentar. Outro exemplo bem–acabado deste perfil precário foi Fernando Collor de Mello, “o caçador de marajás”, um então jovem bem-apessoado que se elegeu como uma espécie de He-Man nacional, fazendo-se confundir com um super-herói que tiraria o país da mão dos predadores. Collor se aproximou de Frei Damião, um frade italiano (hoje em processo de beatificação) radicado no Nordeste, tentando colar sua imagem à dele. Não foi muito diferente o caminho do presidente Luís Inácio Lula da Silva, que também construiu uma imagem de pai dos pobres, focando as classes sociais mais sofridas do país, que sempre tiveram restrições de direito, e constituindo uma militância com conexões internacionais.

Mas foi o presidente Jair Bolsonaro que mais se valeu desta estrutura caudilhesca para criar um legião de seguidores, agora unida virtualmente e promovendo compartilhamentos viralizantes de materiais de toda natureza na internet, principalmente no whatsApp, que é um rede secreta, propondo-o como o “o salvador da pátria”, título aliás de uma novela da Rede Globo de 1989 sobre a figura do líder escolhido diretamente pelo povo – não por acaso, em 1990, Collor seria eleito. Outras personalidades guardam uma construção similar, sem terem chegado à presidência. Um Luiz Carlos Prestes, eleito por Jorge Amado como “o cavaleiro da esperança”, pelas ações da coluna paramilitar que ele comandava. Ou mesmo um Antônio Carlos Magalhães, tratado na Bahia como milagreiro, o que levava as pessoas humildes a quererem tocar em “seo Antônio”.

Faz parte da dinâmica eleitoral brasileira a busca do assinalado, que vai nos tirar de um estado de sofrimento. Uma das matrizes desta crença está traduzida na figura de Antônio Conselheiro, que se opõe à República e cria um país alternativo em Canudos, atraindo milhares de discípulos a um regime religioso de gestão. Canudos viria de uma tradição judaica da terra prometida aos excluídos e estava baseada em uma proposta de volta “à idade de ouro dos apóstolos”, “revivendo vetustas ilusões”, nas palavras de Euclides da Cunha. Esta força mística também vai criar um exército santo em torno dos monges na Guerra do Contestado, no sul do Brasil.

A pergunta a se fazer é: de onde vem este modelo? Tudo indica que nosso imaginário, enquanto nação, reflete o sebastianismo, muito difundido ao longo dos séculos nos meios populares brasileiros. O desaparecimento do rei Dom Sebastião, na batalha de Alcácer-Quibir, em 1578, criou o mito de que ele voltaria com um exército mágico para tirar Portugal da crise e conduzir a pátria a um novo momento de grandeza: “louco, sim, louco, porque quis grandeza”, segundo um verso de Fernando Pessoa. Estaremos sempre esperando um político que fará este papel?

A democracia, para ser forte e duradoura, deve ser a construção de um projeto coletivo de país que garanta a igualdade de acesso às oportunidades, acima dos populismos demagógicos e das promessas de milagres econômicos e sociais que acabam sempre em farsa ou tragédia.

Miguel Sanches Neto - O Antagonista

Viver é Perigoso

BOZO X BARROSO

 


Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA


Pela primeira vez desde o início da pandemia da Covid-19, as internações em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) de pessoas com menos de 40 anos são maioria absoluta.

Houve ainda um salto expressivo no número de pacientes graves com necessidade de ventilação mecânica e que não apresentam nenhuma comorbidade (como obesidade ou diabetes).

Os dados sugerem não apenas uma mudança do perfil dos doentes que necessitam de UTI, mas um agravamento do quadro geral dos pacientes em relação aos meses anteriores.

Em março, 52,2% das internações nas UTIs do Brasil se deram para pessoas até 40 anos; e o total de pacientes que necessitaram de ventilação mecânica atingiu 58,1%.

Dados da plataforma UTIs Brasileiras, da Amib (Associação de Medicina Intensiva Brasileira).

Viver é Perigoso

sexta-feira, 9 de abril de 2021

CANTINHO DA SALA

 

Eduardo Marinho - Filósofo de Rua

Viver é Perigoso

TUDO DOMINADO



Dados interessantes fornecidos hoje pelo Pedro Doria no Estadão:

O líder mundial na fabricação de microchips - o cérebro de qualquer coisa que se diga digital, é a Taiwan Semiconductor Manufaturing Companhia, mais conhecida como TSMC. Produz próximo de 60% dos microchips do planeta. Em segundo lugar, com quase 20%, está a coreana Samsung.

Simplesmente, nenhuma empresa ocidental tem o mesmo nível de tecnologia e capacidade de miniaturização para fazer o que elas fazem.

Pois é...daí...

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE :


Gordo Dentista, prefeito de Três Corações, fez um apelo para que a população se conscientize e respeite as medidas de segurança para conter a transmissão do vírus, evitando aglomerações e reuniões sociais, além do uso correto da máscara e higienização das mãos.

"Chega! Eu cansei! Deus abençoe a todos, que cada um olhe para o espelho da sua casa e se conscientize se vale a pena perder a única vida que você tem, se vale a pena levar para a sua casa o Covid para o seu pai, para sua mãe, o avô dos seus filhos. Fiquem por conta da consciência de cada um de vocês, só isso. Já estou cansado, de pedir, implorar, não sou palhaço, fui colocado aqui para dar qualidade de vida para o tricordiano. Comigo é cuidar do povo e infelizmente sepultar pessoas, porque alguns irresponsáveis insistem em transmitir o vírus da Covid, está dado o recado.
Fique com Deus, Deus abençoe e ilumine e conscientize todos e beijo triste do gordo !"

Conforme o último boletim divulgado pela prefeitura, Três Corações tem 4.073 casos confirmados da doença, com 88 mortes.

Viver é Perigoso

VAMOS LÁ MOÇADA !


As equipes de vacinação da Prefeitura estarão neste sábado, 10 de abril, no Ginásio Prefeito Tigre Maia – “Tigrão”, para vacinar os atendentes de farmácias e drogarias e cuidadores de idosos do município. Na ocasião, também poderão receber a vacina os profissionais de saúde que não compareceram ao drive thru desta quinta-feira, 8 de abril.

Para o conforto e segurança do público, a vacinação será dividida em dois grupos: pessoas cujos nomes iniciam-se com “A” a “L” serão vacinadas das 8h às 12h, enquanto as pessoas cujos nomes iniciam-se com “M” a “Z” receberão a vacina entre 12h e 16h.

Confira os documentos que deverão ser apresentados para a vacinação:

ATENDENTES DE FARMÁCIA
Documento pessoal com foto, CPF e documento que comprove a sua vinculação ativa com farmácia/drogaria localizada em Itajubá (contracheque ou carteira de trabalho).

CUIDADORES DE IDOSOS
Documento pessoal com foto, CPF e documento que comprove a sua vinculação ativa com o serviço de cuidador de idoso em Itajubá (contracheque ou carteira de trabalho).

Viver é Perigoso

PAÍS ARMADO

"Quer o Congresso aja ou não, vou usar todos os recursos à minha disposição como presidente para manter o povo americano a salvo da violência armada."

Joe Biden

O presidente dos EUA emitiu ontem decretos para tentar ampliar o controle da venda de armas no país. Entre as medidas, está a tentativa de deter as "armas fantasmas" construídas a partir de peças avulsas e instruções via internet.

Lembrando que a Segunda Emenda da Constituição Americana protege o direito de ter armas.

Os EUA têm o maior número de armas entre civis no mundo. Segundo a organização Small Arms Survey, há 393 milhões de armas no país. 

Para variar, ontem mesmo, o governador do Tennessee, o republicano Bill Lee, assinou uma lei que permite que maiores de 21 anos portem pistolas sem necessidade de curso para manejo da arma nem checagem de antecedentes criminais.

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA



Assinaram no Senado, para a instalação da CPI para “apurar as ações e omissões do Governo Federal no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Brasil e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com a ausência de oxigênio para os pacientes internados, os seguintes senadores:

1. Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
2. Jean Paul Prates (PT-RN)
3. Alessandro Vieira (Cidadania-SE)
4. Jorge Kajuru (Cidadania-GO)
5. Fabiano Contarato (Rede-ES)
6. Alvaro Dias (Podemos-PR)
7. Mara Gabrilli (PSDB-SP)
8. Plínio Valério (PSDB-AM)
9. Reguffe (Podemos-DF)
10. Leila Barros (PSB-DF)
11. Humberto Costa (PT-PE)
12. Cid Gomes (PDT-CE)
13. Eliziane Gama (Cidadania-MA)
14. Omar Aziz (PSD-AM)
15. Paulo Paim (PT-RS)
16. Rose de Freitas
17. José Serra (PSDB-SP)
18. Weverton Rocha (PDT-MA)
19. Simone Tebet (MDB-MS)
20. Tasso Jereissati (PSDB-CE)
21. Oriovisto Guimarães (Podemos-PR)
22. Jarbas Vasconcelos (MDB-PE)
23. Rogério Carvalho (PT-SE)
24. Otto Alencar (PSD-BA)
25. Renan Calheiros (MDB-AL)
26. Eduardo Braga (MDB-AM)
27. Rodrigo Cunha (PSDB-AL)
28. Lasier Martins (Podemos-RS)
29. Zenaide Maia (Pros-RN)
30. Paulo Rocha (PT-PA)
31. Styvenson Valentim (Podemos-RN)
32. Acir Gurgacz (PDT-RO)

Os senadores por Minas Gerais, Anastasia, Carlos Viana, não assinaram. Acreditem: Em contra-ataque, governo articula pedido de impeachment do Ministro do STF, Luís Roberto Barroso. O senador Carlos Viana (PSD-MG) avisou hoje que está colhendo assinaturas para apresentar pedido ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Aguardem: Alguns dos signatários do pedido de CPI, de alguma forma ou outra, no decorrer do tempo, se aproximaram mais ou menos do governo federal. Esperem retiradas de nomes da lista. O número mínimo seria de 27 assinaturas.

Viver é Perigoso

CLARIN DA BOA VISTA - EDITORIAL



ESTAMOS LASCADOS EM TODAS AS ÁREAS. O CORRETO SERIA O MUNDO SE REUNIR E ABRIR UMA CPI NA ONU PARA INVESTIGAR O BRASIL

Clarin da Boa Vista

Viver é Perigoso


LOCKDOWN

 

Viver é Perigoso

quinta-feira, 8 de abril de 2021

PARA ANIMAR


Deu no G1 - Sul de Minas

O boletim divulgado nesta quinta-feira (8) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) aponta que Itajubá chegou a 301 mortes pela Covid-19. É o primeiro município do Sul de Minas a ultrapassar essa marca de óbitos pela doença. No entanto, a boa notícia é que as internações vêm caindo nos hospitais da cidade.

Conforme o último boletim divulgado pela prefeitura, a ocupação de leitos de UTI atualmente é de 97%, enquanto a de leitos de enfermaria é de 90%. Até a tarde de quarta-feira (7) existiam dois leitos de UTI e outros oito leitos de enfermaria vagos na cidade.

Segundo o coordenador da UTI do Hospital de Clínicas de Itajubá, Gabriel Romeiro, o impacto das medidas impostas pela onda roxa, que completaram três semanas na região, já começa a ser sentido no hospital.

Disse o médico:

"Não tem dúvidas mais que essas medidas de isolamento social, essas medidas restritivas, elas são eficazes. A gente está sentindo isso agora na nossa realidade, colhendo os frutos dessas medidas mais rígidas que vieram com a onda roxa, pelo governo do Estado. Há três semanas atrás, a gente tinha aproximadamente pouco mais de 120 doentes na unidade, hoje a gente está por volta de 70 e poucos doentes. Então a gente sente mesmo a eficácia das medidas e que elas vieram na hora certa. Os pacientes estão chegando em menor número agora, então a gente consegue ver que essas medidas restritivas têm um impacto na transmissibilidade do vírus, então são menos pessoas doentes, chegando, dá tempo desses pacientes virem, sem tratados, terem alta e não sobrecarregar tanto o sistema, então isso ajuda a equipe, ajuda toda nossa infraestrutura, porque dá tempo de tratar todo mundo". 

Viver é Perigoso



E A SITUAÇÃO LOCAL


Declarou hoje (8) em Belo Horizonte o Governador Zema:

“Hoje, a falta de sedativos é a nossa grande preocupação. As unidades hospitalares que trabalhavam com estoque de 60 dias ou mais, hoje, devido à pandemia, têm para um, dois ou três dias, o que é muito preocupante. Estamos correndo risco de pacientes intubados acordarem porque faltaram sedativos, e isso não pode ocorrer de forma alguma”

E a situação em Itajubá : Não seria o caso das autoridades informarem, mesmo sem ser numa "empolgante" live, apenas numa Nota Oficial, a situação dos estoques, tranquilizando os moradores.

Viver é Perigoso

JORNALISTA

 


7 DE ABRIL - DIA DO JORNALISTA

Aprendi a ler nos jornais e tinha apenas cinco anos de idade. O meu pai foi assinante a vida toda. Os jornais eram entregues com, pelo menos um dia de atraso, exceto se o assinante tivesse uma caixa postal no Correio e fosse retirar o exemplar. Nunca deixei a leitura diária. Aconteceram algumas brigas. Gostava do "O Jornal", passei pelo "Diário de Notícias", "Correio d Manhã", "A Folha de São Paulo", "O Estado de São Paulo", "Jornal da Tarde", "A Crítica-Manaus" e o campeão deles, durante muito tempo, "Jornal do Brasil  ".

Um risco absoluto citar grandes jornalistas que marcaram nossa vida.

Logicamente, temos que citar Joseph Pulitzer, que em 1893 comprou o New York World e ajudou a definir os padrões do jornalismo.

Um dos mais admirados por todos é o americano Gay Talese (foto). Criador do jornalismo literário, que incorpora ao jornalismo elementos da literatura. Magistral a reportagem "O dia que Frank Sinatra ficou resfriado" . Tenho todos o livros escritos pelo Talese, assim como todos escritos pelo brasileiro Ruy Castro.

O meu colunista preferido, com encontros diários pelo JB, foi Zózimo Barroso do Amaral. Sensacional.

Como não guardar lembranças do trabalho dos jornalistas Bob Woodward e Carl Bernstein, no Washington Post sobre Watergate, que culminou com o afastamento do presidente Nixon.

E "Os dez dias que abalaram o mundo" do americano John Reed, acompanhando a Revolução Russa de 1917 ?

Jornalista e dono de jornal, o destaque é o Samuel Wainer, da "Última Hora". Viveu a vida com uma intensidade impar.

José Cândido de Carvalho, Antonio Maria, Sérgio Porto, Nelson Rodrigues, Castelo Branco, Gaspari, Joel Silveira, Paulo Francis, Millôr e segue uma extraordinária seleção.

Li e estudo livros sobre a família Mesquita (Estadão), sobre os Frias (Folha), Marinho ( Globo), Chateaubriand (Associados).

Jornalismo sempre foi a minha paixão. 

Viver é Perigoso    

ENQUANTO ISSO ...

“Falam mal de tudo o que eu faço. A única coisa que a imprensa ainda não disse de mim é que sou boiola.” - 7/4/21

Capitão Jair

                                                                     Solda

Viver é Perigoso  

TÁ TUDO DOMINADO !

 

Viver é Perigoso

quarta-feira, 7 de abril de 2021

CANTINHO DA SALA

 


                                                                  Cícero Dias

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE !


Sobre o fechamento temporário dos templos neste momento agudo da pandemia:

O cristão é, em seu corpo, o templo e santuário do Espírito Santo, que nunca fecha, está sempre aberto, com aglomeração do fruto deste Espírito (amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio) e cheio de um movimento que abençoa, tanto os de perto como os de longe. Na verdade ai está a verdadeira igreja sobre a terra: a comunidade daqueles que são templo do Espírito Santo de Deus.
Os cuidados por parte de nossos governantes, que neste momento agudo da pandemia, estão exigindo que os templos feitos de tijolos (lugares onde nos reunimos e nos ajuntamos para cultuar) permaneçam temporariamente fechados, são ao meu ver, para justamente preservar o templo do Espírito que é o nosso corpo, e não o contrário. É para que não soframos e nem façamos outros sofrerem desnecessariamente. Onde alguns veem perseguição, eu tenho visto precaução e cuidado.
Repito: neste momento agudo da pandemia, onde há maior possibilidade de contágio desse vírus tão cruel e suas variantes ainda em estudo. Assim que as coisas começarem a melhorar e houver uma queda significativa no número diário de contágios, internações e mortes, a abertura dos templos e o retorno dos cultos presenciais, ainda com todos os cuidados e restrições, se mostrará mais sabia, cuidadosa e prudente.
Não podemos deixar de levar em consideração, que enquanto para alguns, felizmente, o contágio com o vírus acarreta apenas um isolamento domiciliar de duas semanas, sem sintomas ou com sintomas bem leves; para outros, infelizmente, tal contágio se mostra devastador, podendo levar a internação, sequelas temporárias ou permanentes e até morte, ou ainda a terrível dor e sofrimento causados pela perda de familiares e amigos.
Penso que o amor, a alegria, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão e o domínio próprio, que são fruto do Espírito Santo de Deus, que faz de nós seu templo e santuário, nos darão toda capacidade para trilharmos este momento difícil, com os templos de tijolos, apenas eles, temporariamente fechados.
Abraço queridos.
Em Cristo,
Pr. Júnior Lima

Blog: Para os que estão chegando agora, o Pr. Júnior Lima, é pastor da Igreja Presbiteriana de Sorocaba. Casado com a Joana Riera Lima e pai do João e do Mat. Ele é nascido em Itamonte.

Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !




TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2021

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA CONSTRUÇÃO DE QUIOSQUES NO PARQUE MUNICIPAL DE ITAJUBÁ E NA VILA OLÍMPICA NO BAIRRO REBOURGEON, PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS – SEMOB

A abertura das propostas será realizada no Município de Itajubá com sede na Avenida Dr. Jerson Dias, nº 500 – Bairro Estiva - Itajubá/MG, no dia 16/04/2021 às 14:00.


Viver é Perigoso

POIS É...


Pouso Alegre foi a primeira cidade entre as mais populosas do Sul de Minas a atingir 100% de imunização na 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 80 anos. 
Os dados são do boletim do "Projeto Pefil Epidemiológico e Indicadores de Saúde da Universidade Federal de Alfenas". 
Em toda a região, o índice geral é de 95% de imunização para essa faixa etária.
Os dados da pesquisa são relativos até o fechamento do mês de março. 
Três Pontas também fechou o mês acima da média regional, com 98% de cobertura para essa faixa etária. Poços de Caldas (97%), São Sebastião do Paraíso (95%) e Lavras (95%) também aparecem acima da média.
Conforme a pesquisa, Varginha fechou o mês com 94% de cobertura, Itajubá (92%), Três Corações (84%) e Passos (80%). 
Entre as maiores cidades do Sul de Minas, Alfenas é a única que aparece com baixa taxa de imunização para a faixa etária: 63%.
A pesquisa ainda não aborda a imunização pela 2ª dose. 

G1

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


Considerando que os quatro vereadores que assinaram o pedido de CPI são fiéis situacionistas e próximos da atual administração e o mais importante, ligados ao Sr. ex-prefeito, que por sua vez sempre foi parceiro dos dirigentes do Hospital das Clínicas, poderia causar um certo espanto a abertura da CPI -19.

Mas não. Reparem que todo o enfoque é dado para as restrições impostas pelo Lockdown. Tentam levar a crer que as providencias determinadas pelo governo estadual (que bate de frente com as ideias, a respeito, do presidente da República), não provocaram efeitos positivos.

Sei não, mas a preocupação com a formação dessa CPI  é expor a opinião que, por exemplo, a  "Zona Roxa", não evitou, pelo menos aqui em Itajubá, a tragédia.

Considerando o histórico de atuação dos signatários do pedido de CPI e o dos seus gurus, vem a lembrança a frase famosa do D. João VI dirigida ao seu filho Pedro:

"Tome a coroa, antes que algum aventureiro lance mão dela"

Ou seja : Vamos encabeçar isso, antes que a proposta venha de um vereador independente e que consigam estender o inquérito para desde o início da pandemia, analisando o desempenho da administração anterior e questionando providências tomadas e não tomadas, tratamento precoce, gastos, etc . 

Verdade. No futuro, os índices extraordinários de óbitos ocorridos em Itajubá, em comparação com municípios do mesmo porte e próximos, certamente será tese de doutorados.

Em tempo: Países "menos desenvolvidos" providenciam reedições de lockdown, como fez a França esta semana e a discussão interna na Alemanha no dia de hoje. 

Oremos

Viver é Perigoso

    

CARTA QUE NÃO RECEBI


Itajubá, 7 de abril de 2021

Ref: Publicação hoje no Facebook feita pelo Vereador Robson Vaz e presidente da Câmara Municipal de Itajubá

"Acabo de protocolar pedido de CPI para investigar a alta de mortalidade pela covid-19 em Itajubá."

Solicitamos que seja instaurada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar quais motivos levam Itajubá a ter uma altíssima taxa de mortalidade pela covid em um curto espaço de tempo.
O primeiro caso confirmado da doença COVID-19 em Minas Gerais foi no dia 06/03/2020. Do dia 06/03/2020 até 06/03/2021, isso é, em exatamente 01 (ano), foram registrados 139 casos de óbitos por COVID-19 em Itajubá. 
No entanto, do dia 06 de março deste ano ao dia 06 de abril, isso é, no último mês, foram registrados 154 óbitos pela COVID-19 em Itajubá, totalizando 293 óbitos até a noite de ontem (dia 06/04/2021). Porém, só no último mês, foram registrados mais óbitos pela COVID-19 do que em um ano inteiro, mesmo com a Prefeitura intensificando a fiscalização e fazendo sérias restrições comerciais e de trânsito de pessoas, além do toque de recolher e da classificação do município na “Onda Roxa”.
Fica claro que, num prazo certo de 01 (um) mês, tivemos um fato determinado que é uma taxa de mortalidade extremamente alta em nossa cidade, fato esse que fundamenta o nosso pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito e justifica uma atenção especial para apurar este ocorrido e ser de interesse público para nossa cidade.
Considerando que as ferramentas de saúde pública e enfrentamento ao COVID-19 desenvolvidas até o momento não vem atingindo êxito em diminuir o alto índice de casos e de óbitos; considerando que o tratamento precoce não foi devidamente efetivado até o momento; mesmo com a prefeitura intensificando a fiscalização e fazendo sérias restrições comerciais e de trânsito de pessoas; mesmo com Lei 3.407, que obriga o uso de máscaras em todo âmbito municipal; e, ainda com o toque de recolher imposto pela “Onda Roxa”, as mortes não diminuíram.

Assinamos CPI, eu (Robson), Rafael Rodrigues, Chiquinho do Euzébio e Ten Melo

Blog: Comentários sobre a CPI no próximo post, "Ventos de Guerra".

Viver é Perigoso

DOSE CAVALAR !



Hoje a coisa está braba. O Sr. Jair foi até Chapecó onde disparou um monte de besteiras. Mais tarde um pouco esteve na despedida do general diretor de Itaipu e tome despropósitos. O dia deve terminar com um rango na casa de um empresário em São Paulo, quando, se derem chance, vai descarregar mais impropérios.

Três doses por dia ninguém aguenta. Sobrecarga no sistema.

Viver é Perigoso

VOLTA ÀS AULAS


 Viver é Perigoso

terça-feira, 6 de abril de 2021

MOMENTOS MÁGICOS



Toda vez que nos despedimos, eu morro um pouquinho

Viver é Perigoso


CHINESA E RUSSA


Bolsonaro telefonou para Putin para conversar sobre a vacina Sputnik. Isso comprova que, Quando água encosta na bunda, até gorila de terno vira comunista.

ZéBeto

Viver é Perigoso

ALGUMA COISA


Aqui pensando na frase do George Harrison (Beatles) - "Tudo pode esperar menos a busca de Deus"

Tempos complicados. 

Sobre música. Questão, se me permitem, de "achamento". 

Meu Beatles favorito sempre foi o George Harrison e a música mais linda que conheço é dele. Something.

Frank Sinatra certa a chamou de "a maior canção de amor já escrita".

Sempre se pressumiu que ele a tenha escrito pensando na sua mulher Patricia Anne "Pattie" Boyd. Em entrevista, George declarou: Não foi para ela. No entanto, Pattie (ex-modelo que se tornou fotógrafa profissional de sucesso), ainda acredita ser a inspiração. "Ele sempre me disse que era sobre mim", ela conta.

Harrison declarou que compôs a música pensando em Ray Charles cantando. 

Uma coisa é certa: Teve a inspiração de uma música do James Taylor intitulada "Something In The Way She Moves".

Pattie, que também foi casada com Eric Clapton, inspirou certamente Layla e Wonderful Tonight do grande guitarrista de blues.

Interessante: primeiro, George ofereceu "Something" para Joe Cocker e Jackie Lomax, mas em maio de 1969, decidiu gravá-la com os Beatles para o disco Abbey Road .

"Something' foi um sucesso para Harrison e ela se tornou a segunda canção mais regravada dos Beatles, depois de "Yesterday".

Sobre músicas bonitas, certa vez, Chico Buarque declarou que "Everytime we say goodbye, obra prima de Cole Porter, de 1944, seria a música mais bonita do mundo, em todos os tempos.

Em tempos, em termos de Brasil, para mim, a música mais bonita de todos os tempos é "Carinhoso", composta por Pixinguinha em 1916/1917 e com letra do João de Barro, de 1937.

Difícil não ter admiração, ou ojeriza, por uma música sem ligá-las a momentos. Sem dúvida existe influência profunda.

Mas gosto e lembranças são de cada um e acreditem, para alguns, a Marcha Nupcial de Mendelssonhn, continua sendo a música mais bonita do mundo.

Viver é Perigoso

VÃO PRÁ CASA !

 

Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !

 

Viver é Perigoso

OS TREZENTOS DE ITAJUBÁ !


Ontem, dia 5/4, informação oficial dá conta que em Itajubá atingimos 6.461 casos comprovados de covid-19. Assustadoramente, chegamos a 291 óbitos.

No mesmo dia de ontem, isso mesmo, a prefeitura da cidade anunciou a criação do Comitê Executivo de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19, com o objetivo de acompanhar, sistematicamente, a situação, visando estratégias de prevenção e controle à disseminação da doença no município de Itajubá.

Com todo o respeito aos ilustres e bem intencionados membros do Comitê e as constantes tentativas de demonstração de entusiasmo dos jovens prefeito e vice, não tem como não lembrar do Barrichello. Mais de um ano !

Depois do triste episódio da adoção do tal de "tratamento precoce", com recomendação do uso de drogas sem comprovação científica para a covid-19 (malária e piolho são outras coisas), os melhores passos a serem tomados, é o retorno imediato da parceria com a Santa Casa de Misericórdia (rompida no governo anterior e com a participação direta do atual prefeito e vice), bem como a adoção da obrigatória transparência total às solicitações de informações vindas dos Senhores Vereadores.

Seguindo Orando.

Viver é Perigoso

segunda-feira, 5 de abril de 2021

MOMENTOS MÁGICOS


John Fogerty (Creedence) disse uma vez que concebeu os compassos de abertura de "Proud Mary", em imitação da Quinta Sinfonia de Beethoven. É uma associação incomum para uma música sobre um barco a vapor, mas funciona como um gancho de blues rock clássico. A maioria das pessoas diria, no entanto, que a música não chegou de verdade até que Tina Turner começou a cantá-la no fim de 1969. De fato, a música de trabalho do álbum Bayou Country, do Creedence Clearwater Revival era "Born on the Bayou".

"Proud Mary" ajudou Tina a voltar aos palcos após uma tentativa de suicídio no ano anterior. Sua versão, lançada como single em janeiro de 1971, plantou as sementes de sua libertação como artista e mulher, trazendo um grande sucesso de crossover para Ike e Tina. Sua versão da música chegou ao número 4 na parada pop da Billboard, vendeu mais de 1 milhão de cópias e rendeu a Tina o primeiro de seus 12 prêmios Grammy. Veja ela, Ike e as Ikettes cantando ao vivo na TV italiana, acima.

É uma parte tristemente irônica de sua história que o sucesso de "Proud Mary" também ajudou Tina a comer o pão que o diabo amassou em um relacionamento abusivo com seu parceiro musical e marido Ike por mais cinco anos, até que ela finalmente o deixou em 1976.

mdig

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

 

                                                             Eduardo Kobra

Viver é Perigoso

E A VIDA SEGUE...

 


Diálogo ouvido hoje na Boa Vista, é claro:

- Camarada, achei um absurdo esse ministro Kássio do STF liberar cultos e cerimônias religiosas presenciais. Um despropósito.

- Cara, eu já achei uma loucura o ministro Gilmar proibir cultos e missas presenciais em São Paulo. Ficou louco.

- Camarada, que mal lhe pergunte, qual templo você frequenta ?

- Cara, pirou ? Só entreguei numa igreja quando do meu casamento. Por mim ia ser só no civil. Mas respeito seu jeito de ser. Você é evangélico ?

- Camarada, está me achando com cara de crente ? O dia que me pegarem num culto ou em uma missa, podem me internar.

Viver é Perigoso   

MAIS OU MENOS ASSIM

 


Na vida, só existem :
 
1 - Pessoas que são nossas amigas

2 - Outras que nunca foram nossas amigas

Ex amigos, de fato, é algo que realmente não existe. Quando muito se enquadram no item 2.

Viver é Perigoso

NOS ENCONTRAREMOS LÁ


O Instituto Estação das Letras inicia nesta semana um curso literário virtual ministrado pelo escritor e jornalista Ruy Castro, autor de livros como "Garrincha", "Chega de Saudade": A História e as Histórias da Bossa Nova e " O Anjo Pornográfico".

O escritor, que também é colunista da Folha, dará aulas sobre as escritas de gêneros literários que tem explorado ao longo de sua carreira, crônicas, narrativas ficcionais e não ficcionais.

Os encontros acontecerão nos dias 6, 7 e 8 deste mês e incluem temas como a construção de biografias, imaginação literária, diálogos com leitor e pesquisas de reconstituição histórica.

Ainda em abril, o instituto promove aulas online ministradas pelo escritorJosé Castello, autor de obras como "Ribamar", "Inventário das Sombras" e "João Cabral de Melo Neto: o Homem Sem Alma; Diário de Tudo".

O curso de Castello, nomeado "Estúdio da Crônica", funciona como uma oficina e promove discussões e produções de crônicas. A ideia é que cada estudante escreva uma crônica ao fim das aulas.

OS TRÊS GRAUS DA ESCRITA: FICÇÃO, NÃO FICÇÃO E CRÔNICA

Quando: 6, 7 e 8 de abril, das 19h às 21h
Onde: Portal do Instituto Estação das Letras
Preço R$ 350,00
Com Ruy Castro
Mais informações https://www.estacaodasletras.com.br/

Viver é Perigoso

ENFIM O JACARÉ VAI SE VACINAR


Viver é Perigoso 

domingo, 4 de abril de 2021

CANTINHO DA SALA

 


Edward Hopper - Night Windows, 1928 - Museum of Modern Art, New York

Viver é Perigoso

ALERTA AOS IDOSOS


Ao dormir, o corpo na horizontal facilita a circulação do sangue e o coração bate mais pausadamente. Se você acordar para ir ao banheiro urinar, não levante com rapidez, pois o sangue “esvazia” a cabeça e você pode ficar tonto e até mesmo desmaiar. Faça assim: retese bem as pernas, a partir dos pés, durante trinta segundos, para começar a acelerar os batimentos cardíacos. Sente na beira da cama, pausadamente, e fique quieto durante um minuto. Após este tempo, deite novamente porque já está todo mijado.

Claudio Tognolli

Solda

Viver é Perigoso

- ELE VIVE - OH ! DIA FELIZ

 Viver é Perigoso

THE WASHINGTON POST

 


O jornal norte-americano The Washington Post publicou um editorial na sexta-feira (2), afirmando que o presidente Jair Bolsonaro pode estar “mirando a democracia” e preparando um golpe político contra “os legisladores e eleitores que poderiam removê-lo do cargo”.

A publicação afirmou que as democracias dos Estados Unidos e da América Latina devem “deixar claro” que uma interrupção da democracia seria intolerável. O texto fala que o Congresso pode propor o impeachment de Bolsonaro “por sua péssima gestão da pandemia, incluindo minimizar sua gravidade, resistir às medidas de saúde pública e promover curas charlatanescas”.

“O presidente brasileiro já contribuiu muito para o agravamento da pandemia covid-19 em seu próprio país e, por meio da disseminação da variante brasileira, pelo mundo. Ele não deve ter permissão para destruir uma das maiores democracias do mundo também”.

O jornal disse que “não há fim à vista” para a onda de mortes e infecções pela covid no Brasil, graças à “impressionante incompetência do presidente Jair Bolsonaro e seu governo”.

Pois é... Washington Post, um jornal considerado de direita.

Viver é Perigoso

A CARTA MAGNA



Aconteceu às 15h50 horas do dia 5 de outubro de 1988. Os brasileiros passavam a ter uma nova Constituição, com novos direitos, depois de cerca de um ano e meio de discussões sobre o texto na Assembleia Constituinte.

Declaro promulgada a Constituição! 

Passou para a história o discurso do Dr. Ulysses Guimarães:

O documento da liberdade, da dignidade, da democracia, da justiça social do Brasil. Que Deus nos ajude para que isso se cumpra!", 

Em seu discurso, Ulysses advertiu que a recém-promulgada Carta não era "perfeita".

"Quanto a ela, discordar, sim. Divergir, sim. Descumprir, jamais. Afrontá-la, nunca", declarou o presidente da assembleia. "Traidor da Constituição é traidor da pátria. Temos ódio à ditadura. Ódio e nojo. Amaldiçoamos a tirania onde quer que ela desgrace homens e nações. 

A vida pública brasileira será também fiscalizada pelos cidadãos. Do presidente da República ao prefeito, do senador ao vereador. A moral é o cerne da pátria. A corrupção é o cupim da República. República suja pela corrupção impune tomba nas mãos de demagogos que, a pretexto de salvá-la, a tiranizam".

Não roubar, não deixar roubar, por na cadeia quem roube, eis o primeiro mandamento da moral pública. Não é a Constituição perfeita. Mas será útil, pioneira, desbravadora, será a luz ainda que de lamparina na noite dos desgraçados.

Termino com as palavras com que comecei esta fala: a nação quer mudar. A nação deve mudar. A nação vai mudar. A Constituição pretende ser a voz, a letra, a vontade política da sociedade rumo à mudança."

Viver é Perigoso

LONGE DA REALIDADE

 Élio Gaspari escreveu. Imperdível !

De Jango@edu para Bolsonaro@gov

Presidente,

Faz tempo, no dia de hoje, eu estava num aviãozinho Cessna pilotado pelo Maneco Leães, voando de minhas terras para Montevidéu. Pousamos, pedi asilo e só voltei ao Brasil, em 1976, morto.

Escrevo-lhe porque vi que o senhor já falou em estado de sítio, um deputado da sua copa tentou aprovar uma medida parecida e há no seu pelotão o interesse de montar um dispositivo militar.

Não tenho simpatia por vossa figura e sei que a recíproca é verdadeira. Mesmo assim, escrevo-lhe para contar minha experiência, porque ambos sentamos na mesma cadeira.

Estado de sítio, eu também tentei, em outubro de 1963. Parecia boa ideia e a Central Intelligence Agency disse ao presidente John Kennedy que o comandante do Exército e “a maioria dos militares provavelmente apoiariam as medidas fortes”. Estávamos enganados, a proposta do estado de sítio naufragou e tive que retirá-la.

Dias depois empossei na chefia da Casa Militar o general Assis Brasil. Desde o primeiro momento ele se dedicou a montar um dispositivo de apoio militar ao governo. Como ele trabalhava no palácio, era o único general que eu via todos os dias. Considerava seu dispositivo “imbatível”. No início de março de 1964 ele dizia que seu esquema “se não é perfeito, é pelo menos o melhor de quantos já se armaram neste país”.

No dia 30, o Tancredo Neves não queria que eu fosse à reunião de sargentos do Automóvel Clube, mas o general disse que eu devia ir. Quando o Mourão Filho se rebelou, o Assis Brasil achou que dominava a situação. Fomos juntos para Brasília e de lá para Porto Alegre. Aos poucos nos demos conta da gravidade da situação. O dispositivo do general só existia na cabeça dele. Na madrugada do dia 2 de abril, eu estava deposto. Para não ser preso, fui para São Borja e o general voou comigo.

Seguimos para um rancho perdido nas margens do rio Uruguai. Lá eu cozinhei um ensopadinho de charque com mandioca. No dia seguinte, há exatos 57 anos, voamos com o Maneco para Montevidéu.

Depois de desembarcamos, ele me disse: “Sou soldado e tenho de me apresentar. Não quero ser considerado um desertor. Vou avisar ao ministro da Guerra que vou voltar”.

O Assis Brasil voltou, ficou preso por três meses. Tempos depois, cassado, ele foi me visitar em Montevidéu, mas a Maria Tereza destratou-o e ele foi embora.

Outro dia, no churrasco de aniversário do Getúlio Vargas, o general Golbery me contou que, em 1980, quando estava na chefia da Casa Civil recebeu uma carta do Assis Brasil pedindo a transferência de um amigo para Porto Alegre. Foi atendido.

Eu nunca tentei entender como o general do meu palácio armou aquele dispositivo “imbatível”, mas acho que o senhor não deve pensar nesse tipo de armação. Eu aprendi que quanto mais perto do presidente uma pessoa está, mais longe da realidade ela vive.

Respeitosamente

João Goulart

Viver é Perigoso

VÍRUS ???


O site da Prefeitura Municipal de Itajubá - www.itajuba.mg.gov.br - está fora do ar desde ontem.

 Seria vírus ou não ?

Ou para poupar os leitores de notícias/números tristes na Páscoa ?

Viver é Perigoso

NÃO BASTASSE


A decisão do Ministro indicado pelo Bolsonaro, Nunes Marques, publicada neste sábado, proibiu que estados, municípios e o Distrito Federal editem normas de combate à pandemia que proíbam completamente celebrações religiosas presenciais.

Decisão de acordo com o que prega (êpa) o Presidente da República.

Bate de frente com a quase totalidade das decisões tomadas pelos senhores governadores e prefeitos.

Governadores e prefeitos têm os números nas mãos. Vagas em enfermarias e uti´s. Com as informações disponíveis têm a obrigação de buscar controlar as consequências da pandemia. Claro que levam também em consideração os aspectos econômicos.

O Ministro Nunes Marques, nem bem entrou no ônibus, como diria o Romário, e já quer sentar na janelinha.

Oremos com o firme pensamento que o nosso PAI está em todos os lugares.

Viver é Perigoso

sábado, 3 de abril de 2021

DESABAFO


" Estamos doentes. Não é apenas o vírus da covid-19 que nos faz adoecer e que nos mata. Estamos tomados também por uma doença coletiva que nos cega e confunde, deixa-nos sem ação. A esperança é tirada de nós a cada dia, com mais brasileiros morrendo. Somos distraídos pelos absurdos promovidos pelo governo federal. É como se estivéssemos todos bebendo de um poço envenenado, que nos deixa inebriados.

A política tem tomado conta das nossas vidas. Mas não de forma eficiente. Pessoas que nunca saberiam dizer em quem votaram para deputado – ou talvez até para presidente – emitem opiniões fortíssimas a respeito de política de preços de combustíveis, de regulação de monopólio e de estratégias de contenção em uma pandemia. O papel do especialista é sufocado pelo suposto conhecimento que muitos obtiveram pelas redes sociais. Conhecimento objetivo se mistura com ideologia.

Do outro lado, ficamos enfurecidos a cada loucura cometida. É contrato de vacina rejeitado, é ema, é leite condensado, é mansão, é minimização da dor das famílias que perderam entes queridos na pandemia. Reclamamos, trocamos indignações, alguns memes, mas, além disso, nada fazemos. 

Nossa depressão coletiva, que nos deixa inertes. Numa democracia, as instituições estão acima dos indivíduos que as representam para que o bem-estar social seja o objetivo. Tenho dúvidas se as instituições brasileiras estão funcionando como deveriam."

Laura Karpuska - Doutora em Economia pela Universidade do Estado de Nova York

Viver é Perigoso

CUMEQUIÉ ?

 

Viver  é Perigoso

sexta-feira, 2 de abril de 2021

OPERAÇÃO CONDOR


Átila Rohrsetzer pode ser o primeiro brasileiro condenado por crime da ditadura na operação Condor. O julgamento entra para a história como o primeiro a levar para o banco dos réus e talvez o primeiro a condenar um agente da ditadura brasileira por crimes praticados pelo regime militar.

Operação Condor, lembrando, foi um pacto iniciado no final dos anos 1960 entre as ditaduras de Brasil, Chile, Argentina, Uruguai, Bolívia e Paraguai para troca e assassinato de prisioneiros políticos e intercâmbio de informações, apoio logístico, intelectual e material para a instalação de centros de tortura que deixou um rastro de milhares de vítimas no continente sul-americano.  

Rohrsetzer, hoje com 89 anos, vive uma aposentadoria tranquila no litoral de Santa Catarina, no sul do país. Ele é acusado na Itália pela participação no sequestro, tortura, assassinato e ocultação do cadáver do ítalo-argentino Lorenzo Viñas Gigli em 1980  e pode ser condenado à prisão perpétua. Na época era diretor da Divisão Central de Informações do Rio Grande do Sul (DCI).

Viñas Gigli foi estudante de Ciências Sociais em Buenos Aires onde ingressou no movimento estudantil em 1969. Na época, com 25 anos, Gigli, foi preso no ônibus vindo de Santa Fé na noite de 26 de junho de 1980, na fronteira entre Paso de Los Libres e Uruguaiana, quando tentava viabilizar uma fuga para a Itália com a família a partir do Brasil. Era casado com Claudia Olga Ramona Allegrini, com quem tinha uma filha recém-nascida.

Ao ser citado pelo governo italiano por meio de carta rogatória enviada ao Superior Tribunal de Justiça em 2011, Rohrsetzer afirmou que não se submete a jurisdição italiana por entender que as acusações são absurdas. 

É a vida...

Viver é Perigoso


CARTA QUE NÃO RECEBI



Itajubá, 2 de abril de 2021

Ref. Maravilha

Amigos,

Foram 25 dias de internação , 17 dias de uti e 7 dias de entubação . Deus é muito maravilhoso e operou um milagre intenso .
 
Minha mãe Íris foi curada da covid 19 . 

Aos meus amigos da Santa Casa eu tenho muito orgulho de pertencer a essa família . 

Muito obrigada por tudo. Vocês continuam em minhas orações .
 
E  todos que intercederam por nós. Vocês foram o nosso sustento em todos esses dias .

Obrigada .
 
Para Deus toda honra e Glória .

Deborah Berti Mendonça Honório

Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA



Tudo bem que se trata de uma boa notícia. A Prefeitura de Itajubá anunciou ontem, dia 1 º de abril, a chegada de uma fábrica de drones na cidade.

Segundo informado, inclusive pelos jornais digitais da região, a XMobots (nome da empresa) irá investir pouco mais de R$ 4,7 milhões na construção de sua nova planta industrial na cidade. Cerca de 230 empregos diretos e mil indiretos devem ser gerados no município.

Três observações sobre o anúncio para alertar a moçada, atualmente, no comando da Administração.

Primeira:
Jamais divulguem algum investimento, seja o qual for, no dia 1º de abril. Não pega bem.

Segunda:
O ex-prefeito Rodrigo Riera já tinha anunciado esse investimento no dia 17/11/2020, inclusive, observando que a fábrica iria ocupar uma área de 11.000m doada pelo município, localizada na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá. A construção da fábrica teria um investimento de R$ 4,75 milhões, e o processo seletivo para a contratação dos primeiros colaboradores da fábrica já teria sido iniciado pela XMobots. Foi prevista a geração de 230 empregos, até 2025, com o início das operações previsto para julho de 2021.

Terceira:
Um investimento de R$ 4,75 milhões, considerado pequeno, promover 230 empregos diretos e 1.000 indiretos poderá se tornar um "case" na história do desenvolvimento.

O momento está carente de notícias boas, mas não se entusiasmem com os números e replicação de anúncios. Pés no chão.

Viver é Perigoso

quinta-feira, 1 de abril de 2021

OUTROS TEMPOS


A Batalha de Itororó foi travada na ponte do arroio Itororó, que estava tomada por cinco mil paraguaios, com pouco espaço de manobra para o ataque. O Brasil tinha 12 mil combatentes, que deveriam ultrapassar esse obstáculo para atacar, pela retaguarda, a linha inimiga de Piquissirí. Foram cerca de 5 horas de combates, com duras baixas ao Exército Brasileiro, que ora avançava, ora recuava na pequena ponte defendida pelos paraguaios. Caxias tomou a frente de seu Exército, desembainhou a espada e, em voz firme, bradou: “Sigam-me os que forem brasileiros!”.

Duque de Caxias - Patrono do Exército Brasileiro - 06/12/1868



"Depois que o último brasileiro for vacinado, se tiver sobrando vacina, aí vou decidir se vacino ou não, esse é o exemplo que um chefe deve dar".

Jair Bolsonaro - Comandante em Chefe das Forças Armadas - 01/4/2021

É a vida... (ou não)

Viver é Perigoso