sábado, 13 de março de 2021

REMDESIVIR


A imprensa esclareceu hoje (13) a questão levantada ontem por um camarada comentarista do Viver é Perigoso.

A Anvisa informou ter dado aval para o uso do antiviral remdesivir contra a covid-19, o primeiro a ter essa indicação no País.

O produto só poderá ser utilizado em ambiente hospitalar, ou seja, não será vendido em farmácias. A droga não serve para prevenção da doença e não é considerada uma "cura". Ela é indicada para reduzir o tempo de internação e a necessidade de suporte de oxigênio.

O registro foi concedido para o laboratório Gilead. O redemsivir é injetável e será produzido pela empresa no formato de pó para diluição.

No ano passado, a fabricante informou que cobraria, nos EUA, US$ 3.120 pelo remédio, mais ou menos R$ 16 mil.

Também nos EUA, existe uma versão mais barata da droga, vendida pela Zydus Cadila Healthcare, que cobre US$ 39 pela dose.

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Zé agora vai. Veja o vídeo da dupla titular e vice, depois da ida a São Lourenço - invermectina, vitamina D e zinco para tratamento precoce segundo eles, termo que nem a lesma do Pazuello utiliza mais. Terminam invocando o Senhor. Realmente vamos precisar.
https://www.facebook.com/prefeituradeitajuba/videos/196131955181892/

Anônimo disse...

Explica aí zelador, a dupla de itajuba esta anunciando ivermectina e vitaminas para tratamento precoce nas unidades de saúde da pmi, e agora???