sexta-feira, 26 de março de 2021

NADA DE "NOVO" NO FRONT


Outro dia o governador Romeu Zema disse, em uma entrevista à jornalista Leda Nagle, que o tratamento precoce, que inclui medicamentos de eficácia não comprovada contra a Covid-19, como hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina, foi o responsável por pacientes em Minas Gerais terem alta de forma mais rápida.

Agora, sua assessoria diz que foi um opinião pessoal do Sr. Romeu e não do governador Zema. No noticiário de hoje consta:

Pelo segundo dia consecutivo, Minas Gerais bateu o recorde no registro de casos de coronavírus em 24h, nesta sexta-feira (26). No período, foram 14.062 novos pacientes, número superior ao de quinta-feira (25), recorde anterior, quando foram contabilizados 13.925 infectados no intervalo de um dia. O número de mortes pela doença registrados nesta sexta-feira (26) foi de 316. 

O total de casos confirmados no Estado chegou a 1.081.981, e 22.887 morreram em decorrência do coronavírus.

Viver é Perigoso

4 comentários:

Marco Antonio Gonçalves disse...

Zelador, eu sempre comento aqui criticando o Zema e confesso que tem algo de pessoal nas críticas, porque realmente não gosto dele. Em fevereiro de 2018, quando ele veio a Itajubá pela primeira vez ainda como pré-candidato, a convite da Leandra, fiz uma entrevista de uma hora com ele. Fiquei abismado com tamanha ignorância de gestão publica dele. Era notável que ele havia decorado uma cartilha do partido Novo e repetia frases feitas, já ditas por todos os políticos do Novo. Não conhecia Minas, me disse que nunca tinha vindo no Sul de Minas. Não tinha ideia da educação do Estado (me disse que ia privatizar as escolas estaduais e dar um voucher para as mães dos alunos escolherem as escolas em que os filhos iam estudar). Aliás, sua ideia era privatizar tudo. De saúde, então, sabia menos. Percebia-se que estava perdido e me disse que não imaginava que eu fosse fazer as perguntas que fiz. A assessora dele até tentou censurar algumas perguntas minhas no que eu insisti. Saí dali tendo certeza que ele não seria meu candidato e de que aquele homem que eu entrevistei não seria jamais governador. No entanto, ganhou a eleição ao apoiar Bolsonaro e continua apoiando, mesmo com o barco afundando. Tenho dó de Minas.

Edson Riera disse...

Marco Antonio

Dá uma tristeza danada. Sinceramente, estou com os olhos voltados para o Kalil. Como vivemos de esperanças...

Abraço

Zelador

Anônimo disse...

Zemané só fez uma coisa de bom tirou o PT E o PSDB. E na sua onda eleitoral a Dilma também se foi. Mas parou aí.

Anônimo disse...

Na política não há espaço para novatos, são sempre as velhas e experientes raposas, não adianta, trepadeiras, morrem logo, aparece de vez em quando.
Mas tá bão, pelo menos a petralhada tá esperniando junto com o psdbista.