sábado, 13 de março de 2021

IMPÉRIO


20 de janeiro de 2019, um domingo. Deu no Viver é Perigoso sob o título "O IMPÉRIO".

A Rede Globo, no decorrer de tantos anos, vem fazendo o que quer no País. De forma direta ou subliminarmente tenta conseguir dirigir o pensamento das pessoas e conseguiu sucesso, quase que total, até a explosão da internet. Perdeu o controle, viu-se acuada nos projetos escrachadamente liberais e direcionados. Não se ateve mais a informar.
Parece que a perspectiva de ver contestado os absurdos contidos em sua programação e a eliminação dos gordos patrocínios para "projetos culturais", claramente, a Vênus Platinada vem dirigindo seu arsenal contra o governo eleito.
De forma acelerada vem perdendo a credibilidade.
Não sabemos se alguém, com antecipação, conseguiu antever o fim do Império Mongol, fundado por Ghengis Khan. O fim dos impérios romano e britânico. Mais recente, próximo e na mesma área, o esfacelamento do império de comunicação dos Diários Associados, a maior corporação da história da imprensa no Brasil, comandada por Assis Chateaubriand.
Sei não...mas podemos estar diante de um princípio do fim."

Viver é Perigoso

Pois é, hoje o Grupo Globo declarou:

“São absolutamente falsas as ilações publicadas hoje pelo jornal Correio da Manhã. Não há nem nunca houve qualquer intenção de venda do Grupo Globo por parte de seus acionistas”.

Mais cedo, o jornal Correio da Manhã, publicou que o BTG Pactual, do banqueiro André Esteves, estaria intermediando a venda do Grupo Globo, inclusive com “o agreement para acessar todos os números da empresa”. O provável comprador, de acordo com o Correio da Manhã, seria o grupo J&F, de Joesley e Wesley Batista. O valor da empresa teria sido estimado em 25 bilhões de reais. O mexicano Carlos Slim, dono da Embratel, Net e Claro, poderia associar-se à J&F na compra do Grupo Globo, uma vez que, como estrangeiro, ele não poderia ter o controle de uma empresa de comunicação.

Blog: Sei não...

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

A grobo na mão dos batistas? que coisa hein? onde iremos parar.