sábado, 20 de março de 2021

CONVERSA

 


Conversa ouvida hoje na fila do caixa do Supermercado Alvorada (com distância regulamentada), na Boa Vista, é claro:

- Pensei numa saída rápida e sem muito transtorno para dar um descanso para o esgotado Bolsonaro, harmonizar o sistema e salvar o Brasil nessa pandemia.
O Congresso poderia aprovar a "toque de caixa", a obrigatoriedade de os presidentes da República, após dois anos de governo, terem que  tirar férias-prêmio de seis meses.

Logicamente, seguir gozando das benesses do poder, mas proibido de dar entrevistas no período. 

O atual já se enquadraria, voltando em outubro. Na Emenda-Constitucional, constaria uma cláusula abrindo a possibilidade, a critério do Congresso, da licença ser prorrogada por mais seis meses.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Seria a glória!