sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

VARADA NA ÁGUA !

 


Mais de 500 mil contas de água da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) apresentaram inconsistências nos valores durante a pandemia e podem ter provocado um prejuízo de cerca de 14,3 milhões aos consumidores do Estado. 

O possível erro é investigado pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário (Arsae-MG) que abriu um procedimento administrativo, nesta quarta-feira (10).

De acordo com o órgão, foram avaliadas seis milhões de faturas emitidas pela Copasa de janeiro a junho do ano passado e foram identificados indícios de emissão de contas sem a realização dos ajustes de volume e de valor faturado nas cobranças. 

A inconsistência foi identificada em contas de 419.983 usuários, com possível necessidade de retificação de até 559.847 contas.

É importante frisar que durante este processo administrativo, será concedida oportunidade à Copasa-MG para que possa apresentar suas justificativas para as inconsistências e fazer suas contestações aos números encontrados.

A Arsae pretende concluir a investigação no primeiro semestre deste ano. 

Se houver mesmo erros, cada cliente terá direito a um ressarcimento proporcional ao que foi cobrado indevidamente.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: