terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

UMA VIDA DE ARTE


Maria Helena Ansaldi - Tomou o barco hoje (9) em São Paulo. Bailarina, coreógrafa, autora, produtora e atriz brasileira. Filha do barítono italiano Paulo Ansaldi e da corista Maria Nazareth da Silva.

Ansaldi estreou na vida em São Paulo, em 1934.

Em 1951 ingressa no último ano da Escola Municipal de Bailado, onde estuda com Marília Franco e, após dois anos, torna-se a primeira bailarina da Escola, além de ser efetivada como professora. Para complementar o salário da Escola de Bailado, em 1955, ingressa no teatro de revista na companhia de Nélia Paula, onde dança A Morte do Cisne.

Em 1962 participa do Festival da Juventude em Helsinki, Finlândia, e segue viagem à Rússia, onde obtém bolsa de estudos no Balé Bolshoi. Em 1964 interpreta Zarema, um dos papéis principais da ópera A Fonte, de Baychisaray, e foi cumprimentada pelo Primeiro Ministro Krushev, que assistiu ao espetáculo.

Em 1965 volta para o Brasil e casa-se com o crítico teatral Sábato Magaldi, iniciando atividades no campo da coreografia e participando de espetáculos de balé moderno.

Em 1972, dá aulas de balé clássico em sua casa, ministra aulas para o Corpo de Baile do Teatro Municipal de São Paulo e cursos de dança-teatro na Bahia e em Minas Gerais. 

Em 1974, coordena a reforma e adaptação do Teatro Galpão, que se torna espaço dedicado exclusivamente à dança, com patrocínio do Governo do Estado. Atua no processo de reestruturação do Corpo de Baile do Teatro Municipal de São Paulo. 

Despediu-se do balé clássico, em 1973, dançando O Corsário, de Gil Saboya.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: