quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

MÁQUINA DO TEMPO



Penso que uma das mais perfeitas máquinas do tempo vem ser a música. Algumas delas nos levam a fantásticas viagens. Quase sempre para o passado. Algumas delas, por precaução devem ser ouvidas solitariamente e por cuidados utilizando fone de ouvido.

A fisionomia, quase sempre com os olhos cerrados, traem.

Nos levam de volta para encruzilhadas na vida.

Perigoso imaginar " e se eu tomasse aquele caminho ao invés do tomado ? "

Um grande amigo, que já está mais entre nós, dizia que parava tudo o que estava fazendo se ouvisse "Be My Babe". Segundo ele, a música foi o fundo musical para uma das maiores "burradas" que fez na vida. Nunca me contou, mas conhecendo um pouco de sua vida, sempre imaginei qual.

The Ronettes - O grupo consistia na vocalista Veronica Bennett sua irmã mais velha Estelle Bennett e sua prima Nedra Talley .gravaram a música "Be My Babe" em agosto de 1963. Composta por Phil Spector / Jeff Barry / Ellie Greenwich .

Recorde ! só dava "Be My Babe" nos rádios.

Para se ter uma ideia, em 1964 os Rolling Stones foram a banda de abertura da turnê das Ronettes no Reino Unido. Já em 1966, as Ronettes abriram os shows dos Beatles em sua turnê nos Estados Unidos.

Martin Scorsese utilizou "Be My Baby" para abrir seu filme de 1973, "Caminhos Perigosos". A doçura da canção era o contraponto perfeito para a visão sinistra de uma cidade palco de violência gratuita e ânimos exaltados.

"Be My Baby" foi incluída no Grammy Hall of Fame em 1999.

A música foi regravada por todo mundo, de John Lennon.

Ah ! "Be My Baby" também é notável por ser a primeira gravação de Cher.

Fechem os olhos.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: