segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

LEITORES



Tenho muitos amigos e amigas leitores: Dois deles desde a juventude e ambos Marcos: Marcos Carvalho e Marcos Berti. O Carvalho, tomou o barco com muita antecedência e confesso que fiquei com alguns livro dele.

Sobre tipos de leitores, segundo (de forma resumida) Leandro Karnal:

Existe o leitor de novidades. Ávido por lançamentos, percorre listas dos mais vendidos na imprensa. Em uma livraria, corre aos mostruários redondos que, em geral próximos à porta, mostram o que acabou de chegar. Seu interesse é no frescor da nova obra, na vanguarda, em estar atualizado.

Existe o leitor de obras consagradas. Temendo perder tempo, refugia-se no consolidado. Parece suficiente: decidir apenas ler as obras-primas de Machado, de Shakespeare, Dante, Virginia Woolf ou Adélia Prado, já tem um projeto de vida pleno. Tal leitor pode ser assim de nascença ou, um hábito da etapa madura.

Todos os modelos podem estar misturados em você e em mim.

O que eu vejo nos livros?

Com o tempo, vemos que os livros lidos nos leram e alteraram nossa composição molecular. Formamos uma complexa simbiose que mudou a ambos. O livro voltou à estante com a lombada marcada, alguma página assinalada a lápis, uma página com uma orelha dobrada. Eu, para sempre trilhado pelo que li.

Amai para entendê-los! Pois só quem ama pode ter ouvido capaz de ouvir e de entender livros.

"Não foram os livros que me ensinaram a amar. Foi o amor que me levou aos livros, à música, à arte e aos amigos. Os livros são parte da uma parede extraordinária, mas o amor pela vida é o alicerce."

O sumiço de muitos bons leitores seja muito mais grave como sintoma social do que imaginamos. Faltam leitores e falta vida. Sobra apatia, tédio e sucessão de “likes” diante do imenso “dislike” da vida real que pulsa.

Ainda é preciso ter esperança...

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: