terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

COMENTÁRIOS EM CONTA - GOTAS

 


1 - TOMA LÁ, DÁ CÁ - Tem noticias da terrinha, do prefeito, vereadores, q andam fazendo? E a aciei, cdl morreram de covid?, e a unifei tem reitor petista? E a imprensa? Tem notícias boas, como esta minha terrinha zelador, não pude ir passar o feriado aí acabou o Carnaval, tô aqui q só tristeza, eta covid do capeta. Abraço Marcão do Tibério, de Palmas. Bjs
16 de fevereiro de 2021 11:59

2 - ERA DO RÁDIO - Saudosismo noveleiro: Jerônimo o Herói do Sertão, Anjo, Cavalheiro Negro. Programas de auditório com César Ladeira e Paulo Gracindo, humor Balança Mais não Caí na Nacional Saudades da Roquete Pinto e da Mairink Veiga.
16 de fevereiro de 2021 11:40

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

1-Em casa de quarentena, ha anos viu.

Anônimo disse...

2- Radio? Até a AM acabou... o que resta? Octavio Escofano..

Anônimo disse...

A que ponto chegamos no relaxo coletivo com a doença exacerbado nos feriados e festas recentes. Só pode ter um título a MARCHA DA INSENSATEZ. Não temos dó de nós mesmos, dos próximos e familiares nem dos profissionais de saúde exauridos. Um dia teremos de prestar contas!

Anônimo disse...

Confusão mental do idoso ( leia, é pequeno, importante e sério )

Principal causa da confusão mental no idoso

Arnaldo Lichtenstein, médico

Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:

​​- Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?​​

Alguns arriscam: ​"Tumor na cabeça"​.
Eu digo: ​"Não"​.

Outros apostam: ​"Mal de Alzheimer"​

Respondo, novamente: ​"Não".​

A cada negativa a turma se espanta.... E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:

​- diabetes descontrolado;​

​- infecção urinária;​

​- a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa.​

Parece brincadeira, mas não é. Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos.

Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez.

A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte..

​Insisto:​ não é brincadeira.

Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.

Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica.

​Mas há outro complicador:​ mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

​Conclusão:​
Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.

Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas:

​1 - O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite, sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam​.

​O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro.​

Lembrem-se disso!

​2 - Meu segundo alerta é para os familiares:​ ofereçam constantemente líquidos aos idosos.

Ao mesmo tempo, fiquem atentos.

Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção.

É quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação.

​"Líquido neles e rápido para um serviço médico".​

Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Gostou?

Então divulgue.


Seus amigos merecem saber!