domingo, 31 de janeiro de 2021

QUESTÃO DE TEMPO



A questão não é quando vão chegar novas cepas, mas qual será a intensidade e o preparo

Tudo indica que um tsunami vai atingir o Brasil. A Europa e Manaus já estão sofrendo com novas cepas do Sars-CoV-2 que se espalham rapidamente. Elas são difíceis de controlar, aumentam o número de mortes por 100 mil habitantes, e conseguem ludibriar parcialmente o sistema imune dos já infectados e vacinados. A solução na Europa tem sido trancar a população em casa e vacinar em questão de semanas todo o grupo de risco com as vacinas da Pfizer e Moderna. E na falta destas, com a vacina da AstraZeneca. 

A questão não é se esse tsunami vai se espalhar pelo Brasil, é quando isso vai acontecer, qual a intensidade, e se vamos estar preparados.

É uma questão de tempo a disseminação dessas cepas pelo Brasil, mas muito provavelmente elas vão chegar antes de vacinarmos uma fração significativa da população. Nos EUA se acredita que elas serão dominantes nas próximas semanas.

Desculpem o pessimismo, mas é melhor apertar os cintos e nos prepararmos para o pior. E lembrem: no início de 2020, quando o coronavírus demorou um pouco mais para chegar ao Brasil, muitos acreditavam que ele não chegaria por aqui.

Fernando Reinach - Escreveu ontem no Estadão.   

Blog: Assustador !

Viver é Perigoso

3 comentários:

Anônimo disse...

O Estadão, a Folha, a Globo, enfim, esta mídia q esta $ufocada, quer o quanto pior melhor...simples assim

Anônimo disse...

números governamentais que a tempos atrás quiseram esconder
lembram do sugestão do bolsonarista dono da havan?
do ministério aceitando deixar de atualizar por dias escondendo?
mídia ?
225 mil mortes,
+ 9,3 milhões de infectados,
utis lotadas,
manaus e pará?
oxigênio sumido sufocando vidas
países adiantados fechando fronteiras, aeroportos ....
brasileiros impedidos em quase todo mundo.......
ah é a mídia.......

Anônimo disse...

Sufocados estão os brasileiros sem oxigênio.