quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

POIS É...



O Brasil abriu 142.690 vagas de emprego com carteira assinada em 2020, apontam dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados hoje pelo Ministério da Economia. Os números são resultado de 15.166.221 contratações e de 15.023.531 demissões ao longo do último ano.

O município de Extrema (MG) foi a segunda cidade de Minas Gerais que mais gerou novas vagas de emprego no ano passado, mesmo com a pandemia do novo coronavírus.

Segundo o Caged, Extrema gerou 3.647 novas vagas de trabalho em todo o ano passado. Ao todo, foram 16.309 novas admissões e 12.662 desligamentos. A cidade só ficou atrás na geração de empregos de Contagem que gerou 5.148 novas vagas , trabalho em 2020.

Extrema: +3.647
Santa Rita do Sapucaí: +995
Campo Belo: +513
Pouso Alegre: +413
Três Pontas: +409
Passos: +367
Monte Belo: +328
Paraisópolis: +284
Guapé: +267
Guaranésia: +255

Na contramão dos bons resultados, Poços de Caldas, foi o município mais afetado devido à pandemia do novo coronavírus na questão de geração de empregos. Só em 2020 foram 2.326 postos de trabalho fechados.

Cidades que mais fecharam vagas de emprego no Sul de Minas em 2020:

Poços de Caldas: -2.326
São Lourenço: -415
Lavras: -349
Itajubá: -340
Bandeira do Sul: -337
Monte Sião: -227
Caxambu: -176
Três Corações: -153
Conceição do Rio Verde: -114
São Tiago: -106

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: