quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

NAS CERCAS DOS PALÁCIOS


Longe de tentar encher o saco dos bolsonaristas, mas gostaria de alguma explicação sobre o gasto do Governo Federal de R$ 6.754.123,64, que daria mais ou menos 225 toneladas. Poderiam dar a dica para o povo das receitas.

Tudo bem, R$ 12 milhões em adoçantes, outros R$ 12 milhões em azeitona, e até entendo os R$ 8,9 milhões em bombons e 2,2 milhões em chicletes. São itens necessários.

Normalíssimo, R$ 15,6 milhões com leite condensado. Afinal, ninguém é de ferro. 

Mas, 225 toneladas de chuchu, foi demais.

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

Ai daqueles...

Anônimo disse...

● 50 milhões de reais com cartão corporativo (gastos secretos), gestão Lula;
● 11 milhões de reais repassados por Dilma a blogueiros petistas às vésperas do impeachment;
● 6,5 bilhões de reais em obras na República Dominicana;
● 1 bilhão de reais/ano de mesada à ditadura cubana, sob o disfarce de “Mais Médicos;
● 2,9 bilhões de dólares investidos a fundo perdido na construção da primeira fábrica de medicamentos contra Aids da África, em Moçambique; fazendas experimentais de arroz no Senegal e de algodão em Mali; projetos agropecuários, de combate ao trabalho infantil e de capacitação de docentes para o ensino de português no Timor-Leste, e a implantação de bancos de leite humano de 22 países da África;
● 1,5 bilhão de dólares de prejuízo naquela falsa tomada de assalto às refinarias da Petrobras n Bolívia.

Na verdade foi um ato nojento e covarde de traição do governo petista ao povo brasileiro.

Conforme posteriormente Lula confessou, ele e o índio cocaleiro já haviam acertado toda a farsa, anteriormente: Evo faria o teatrinho de “ocupação“ das instalações da Petrobras e ele doaria tudo à Bolívia. E assim foi feito;

● 1,22 bilhão de dólares na construção de uma 2ª ponte de 3.156 m sobre o rio Orinoco, Venezuela;
● 1,5 bilhão de dólares na construção de um trem subterrâneo na Argentina (o famoso soterramento do Ferrocarril Sarmiento, ligando Buenos Aires a Moreno);
● 1 bilhão de dólares para o metrô Cidade do Panamá;
● 900 milhões de dólares de perdão de dívidas a ditaduras africanas para com o Brasil;
● 792,3 milhões de dólares de prejuízo na compra da refinaria de Pasadena, Texas;
● 732 milhões de dólares na construção do Metrô de Caracas, Venezuela;
● 692 milhões de dólares para o porto de Mariel, Cuba;
● 636,8 milhões de dólares na expansão de gasodutos da distribuidora Cammesa, Argentina
● 400 milhões de dólares em auxílio para compra de alimentos para Cuba;
● 200 milhões de dólarespara compra de máquinas agrícolas para Cuba(bolsa agrícola cubana);
● 650milhões de dólares para melhorias no porto de Mariel, em Cuba.

“Só" isto acima totaliza a bagatela de R$ 229.412.000.000,00.

Anônimo disse...

Mais da metade do leite condensado foi para os brigadeiros da aeronáutica kkkkkkkk

Anônimo disse...

*NOTA DE ESCLARECIMENTO*

*Ministério da Defesa esclarece gastos com alimentação das Forças Armadas.*

Brasília (DF), 27/01/2021 - O Ministério da Defesa (MD) informa que as Forças Armadas devem, por lei, prover alimentação aos militares em atividade. Ao contrário dos civis, *os militares não recebem qualquer auxílio alimentação.*

O efetivo de militares da ativa é de *370 mil homens e mulheres*, que diariamente realizam suas refeições, em *1.600 organizações militares* espalhadas por todo o País.

O valor da etapa comum de alimentação, desde 2017, é de R$ 9,00 (nove reais) por dia, por militar. Com esses recursos são adquiridos os gêneros alimentícios necessários para as refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar). *Esse valor não é reajustado há três anos.*

As Forças Armadas têm a responsabilidade de promover a saúde da tropa por meio de uma alimentação nutricionalmente balanceada, em quantidade e qualidade adequadas, composta por diferentes itens.

O *leite condensado* é um dos itens que compõem a alimentação por seu potencial energético. Eventualmente, pode ser usado em substituição ao leite. Ressalta-se que a conservação do produto é superior à do leite fresco, que demanda armazenamento e transporte protegido de altas temperaturas.

No que se refere a *gomas de mascar*, o produto ajuda na higiene bucal das tropas, quando na impossibilidade de escovação apropriada, como também é utilizado para aliviar as variações de pressão durante a atividade aérea.

Salienta-se ainda que, em 2020, as Forças Armadas mantiveram plenamente suas atividades, uma vez que a defesa do País e a segurança das fronteiras marítima, terrestre e aérea, bem como o treinamento e o preparo, são essenciais e não foram interrompidas. As Operações Covid-19 e Verde Brasil 2 demandaram um enorme esforço das tropas diuturnamente. Só no combate à pandemia, mais de 34 mil militares atuaram diariamente em todo o território nacional.

Em suma, considerando o efetivo das Forças Armadas, é natural que os totais de gêneros, quando somados, apresentem valores compatíveis com sua missão e tarefas.

*Centro de Comunicação Social da Defesa (CCOMSOD)*
*Ministério da Defesa*