domingo, 20 de dezembro de 2020

VIRANDO CINZAS


Visto pela maioria das pessoas como um crime menor, o contrabando de cigarros é uma indústria milionária que movimentou, em 2019, cerca de R$ 10,9 bilhões e causou a evasão fiscal de R$ 12,2 bilhões.

Cigarros contrabandeados já correspondem a 57% do mercado de cigarros no Brasil. Em cada 10 cigarros acesos no Brasil, seis são do Paraguai. 

O Paraguai produz cerca de 70 bilhões de unidades de cigarro e consome só um milhão.

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO


Viver é Perigoso

FRITADA DE MORCEGO


"Ganha uma fritada de morcego do mercado chinês de Wuhan quem for capaz de mencionar uma só fala de Jair Bolsonaro que tenha contribuído para o bem-estar da saúde nacional desde o começo da pandemia do coronavírus.
Há em Bolsonaro uma perigosa mistura de ignorância pessoal com autoritarismo político."

Elio Gaspari

Viver é Perigoso

COMUNISTA !!!


Quem foi infectado pela Covid-19 também precisa ser vacinado contra o vírus, disse o chefe da Operação Warp Speed, Moncef Slaoui, à CNN neste domingo (20).

A Operação Warp Speed ​​é uma parceria público-privada iniciada pelo governo dos Estados Unidos para facilitar e acelerar o desenvolvimento, a fabricação e a distribuição de vacinas, terapêuticas e diagnósticos COVID-19.

Disse Slaoui.

“Sabemos que a infecção não induz uma resposta imunológica muito forte e diminui com o tempo”. É seguro também para as pessoas que já foram infectadas com Covid-19 receberem a vacina. “Nós checamos isso nos ensaios clínicos”.

Viver é Perigoso 

MERCADO AQUECIDO

 

O pedido de abertura de capital no mês passado do grupo gaúcho Cortel, de cemitérios, colocou em evidência um mercado com pouca visibilidade no Brasil, mas que fatura R$ 3 bilhões por ano.

Conhecido como "death care", ou assistência à morte, o segmento reúne serviços de funerárias, cemitérios, crematórios e planos funeral, uma espécie de seguro em que a pessoa paga em vida os custos para seu óbito - uma das frentes que mais vêm crescendo no mercado desde o início da pandemia.

Diante dos quase 1,7 milhão de óbitos no planeta, mais de 180 mil deles no Brasil, a covid19 obrigou o mundo todo a falar mais sobre a morte e também jogou luz no trabalho das startups do setor, as chamadas "death techs".

Dono de dez cemitérios e com faturamento anual de R$ 89 milhões, o Grupo Cortel espera levantar R$ 400 milhões na sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), prevista para 2021. A empresa quer usar o dinheiro para sair em busca de ativos e cumprir um papel de consolidadora do mercado.

Investidores, entre eles fundos de private equity (que compram participação em companhias), estão mapeando o segmento, que no Brasil conta com mais de cinco mil funerárias, 750 cemitérios, 147 crematórios e 250 empresas de plano funeral - de acordo com pesquisa que acaba de ser feita pela consultoria RGF, que considera apenas os ativos da iniciativa privada. A maior parte das empresas tem perfil familiar.

Os fundos estão com os olhos tão abertos para o mercado de death care. 

Blog: Fácil imaginar o interesse (desinteresse) dos investidores nas vacinas.

Viver é Perigoso

AGORA VAI !

 A Odebrecht está comunicando o seu novo nome: Novonor

Diz a empresa:

É a hora em que, para evoluir, precisamos mudar a direção e fazer o novo caminho com um jeito diferente de ser e de agir.

Imagino que o Novonor signifique "novo normal". Faz sentido.


Lendo o "catatau" da Malu Gaspar - Companhia das Letras - 639 páginas, o livro "A Organização - A Odebrecht e o esquema de corrupção que chocou o mundo.

Resumindo (ainda no meio da leitura), impressionante e quase inacreditável.

Viver é Perigoso