sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

CLARIN DA BOA VISTA



A ministrada do STF decidir que o Alcolumbre e Maia podem ser reeleitos já era de esperar. Desde há muito, o STF tornou-se uma casa com evidente viés político. Pior, é a certeza que nas eleições internas do Senado e da Câmara, os parceiros confirmarão os nomes. Claro, pode custar um pouco mais para os cofres públicos (emendas, nomeações, etc), mas acontecerá.

Estamos lascados

Clarin da Boa Vista

Viver é Perigoso

CAMANDUCAIA

 


Conhecida por suas belas paisagens e pelo distrito de Monte Verde, Camanducaia é uma das cidades mais visitadas do Sul de Minas. Apesar hoje ser lembrada pelo turismo, o município possui memórias da ditadura militar. O assunto virou tema de um documentário, que estreia nesta sexta-feira (4).

O filme “Operação Camanducaia” conta sobre uma operação clandestina em 1974. Na ocasião, policiais de São Paulo prenderam 93 crianças e adolescentes acusados de pequenos delitos. Eles foram despidos, espancados e jogados em um barranco perto da cidade de Camanducaia.

Apenas 41 deles apareceram na cidade na manhã seguinte, machucados, nus e esfomeados, invadindo bares e restaurantes à procura de roupas e comida. Os outros 52 jovens continuam até hoje com o paradeiro desconhecido.

Documentário foi produzido pelo mineiro de Itajubá, Tiago Rezende de Toledo, que teve a ideia após a leitura do livro “Infância dos Mortos”, de José Louzeiro. 

Explica Tiago Rezende de Toledo:

“É uma história muito chocante da época da ditadura que praticamente caiu no esquecimento. Então o filme tem essa missão de resgate histórico, mas, sobretudo de discussão sobre direitos humanos, infância e violência. Eu nunca tinha ouvido falar antes. Quando descobri que não apenas era real, mas que Louzeiro havia largado o jornalismo para fugir da censura e contar essa história, eu vi que tinha um filme ali”. Foram 10 anos de pesquisa e produção para a realização do documentário."

O filme será exibido nesta sexta-feira em um canal de TV por assinatura (Curta !) e em breve no canal de streaming. A intenção é expandir as formas de exibição.

Viver é Perigoso

BRASIL,SIL,SIL ...


 Viver é Perigoso