sexta-feira, 16 de outubro de 2020

SOB A LUZ DE VELAS


Dica: Prof. Sérgio Roberto Costa

A palavra “Desiderata” vem do Latim e significa “coisas que são desejadas”. Também é o título de um famosíssimo poema, que se tornou particularmente conhecido durante os anos sessenta, junto com o movimento hippie. 

O texto é uma reunião de sábios conselhos que deram a volta ao mundo inteiro, pela precisão de suas ideias e pela profundidade de seu conteúdo.

Em torno do texto foi criada a lenda de que havia sido escrito por um monge anônimo e que havia sido encontrado sobre o banco de uma igreja em Baltimore, há duzentos anos. De acordo com esta versão, o poema teria sido escrito no ano de 1692.

Na verdade, tudo se tratava de um equívoco. O autor de “Desiderata” foi o filósofo e advogado Max Ehrman, filósofo, poeta e advogado norte-americano, nascido em Indiana em 1872. Foi escrito em 1927. 

O texto não foi publicado em vida; só foi a público em 1948 (ele tomou o barco em 1945), quando sua esposa publicou seus poemas de forma póstuma.

"Contraí uma doença em De Pauw University, da qual jamais me curei: o idealismo" - Max Ehrmann

Viver é Perigoso

BRAZIL...ZIL...ZIL...


O atual governo lançou a cédula de R$ 200,00 e homenageou o Lobo Guará. Na internet já é comentado que dentro em breve será lançada a cédula de R$ 1.000,00. Dessa vez o homenageado deverá ser o peixe Pacu.

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS


Viver é Perigoso

NOS ENCONTRAREMOS NO ANO QUE VEM


DECRETO Nº. 8.090/2020 

Dispõe sobre as aulas presenciais nas Instituições Educacionais Públicas e Privadas no âmbito do Município de Itajubá/MG.

Art. 1º - A realização de aulas presenciais nas Instituições Educacionais Públicas e Privadas, no âmbito do Município de Itajubá, permanecerá suspensa até o dia 31 de dezembro de 2020. 

Parágrafo Único: O prazo estabelecido no caput do presente Artigo poderá ser reduzido se houver recomendação sanitária e protocolos seguros capazes de manter a prevenção e a efetividade na resposta ao novo Coronavírus, ou mesmo ampliada, se for constatada pelos órgãos sanitários a situação em que não haja possibilidade de retorno seguro. 

Art. 2º - As entidades de ensino técnico - profissionalizante e as de idioma poderão retomar suas atividades com aulas presenciais desde que obedeçam aos protocolos estabelecidos pelo governo do Estado de Minas Gerais dentro das diretrizes do Minas Consciente. 

Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data da sua publicação com seus efeitos a partir de 16/10/2020.

PMI

Viver é Perigoso

ANARQUISTAS


Quando ainda adolescente, lia no jornal sobre o caso "Sacco e Vanzetti", acontecido nos EUA e ficava incomodado. Já rapaz, mais ou menos em 1971/1972, assisti o filme com o mesmo nome. Mais adiante, li o livro escrito pelo Howard Fast.

Para aqueles que estão chegando agora, fica o registro de uma enorme injustiça.

Em 15 de abril de 1920, em Massachusets, ocorreu um assalto a uma fábrica de sapatos. Terminou com duas vítimas fatais.

Foram presos acusados do crime, dois anarquistas italianos. O sapateiro Ferdinando Nicola Sacco e o vendedor ambulante Bartolomeu Vanzetti, que haviam emigrado para os EUA em 1908. 

As prisões aconteceram numa época em que os sindicatos ganhavam cada vez mais força nos Estados Unidos, na batalha contra a exploração dos trabalhadores. Governo e opinião pública viam nisso uma tentativa de revolução comunista.

Embora sempre tenham jurado inocência, em julho de 1921, os jurados os declararam culpados. A sentença de morte baseou-se apenas em provas circunstanciais, num processo muito questionável.

A condenação à morte de Sacco e Vanzetti provocou uma onda de protestos e consternação em todo o mundo.

Os vários pedidos de revisão provocaram o adiamento da execução da sentença diversas vezes. 

Em carta ao governador do Estado, insistiram, em vão, em sua inocência . Não pediram por clemência, pois isso equivaleria a reconhecer a autoria do crime. Mas, com os recursos esgotados, no dia 23 de agosto de 1927 eles foram mortos na cadeira elétrica: Vanzetti contava 39 anos, Sacco, 36.

O jurista Edmund Morgan, da Universidade de Harvard, investigou o processo e o julgamento durante vários anos. Em 1948, chegou à conclusão de que foi cometido um erro judicial. Nas palavras de Morgan, Nicola Sacco e Bartolomeo Vanzetti foram "vítimas de uma sociedade preconceituosa, chauvinista e perversa". 

Em 1977, o governador de Massachusetts, Michael Dukakis, assinou uma declaração na qual reconheceu a injustiça cometida pelo tribunal e reabilitou o nome dos dois italianos.

É a vida...

Viver é Perigoso

EFEITO ORLOFF


 Viver é Perigoso

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

 


Viver é Perigoso

DIA DO PÃO


Praticamente todos os Rieras que você conhece, viveram, cresceram, estudaram, do pão. Esclareço: O patriarca espanhol Jayme Riera, a Vó italiana Terza Tredicce e posteriormente quase todos os seus filhos, estiveram à frente de padarias pelo Sul de Minas afora. 

Registro feito com muito orgulho.

Manifestamos a nossa  não concordância com a divulgação do o resultado da pesquisa sobre os perigos do pão, que pode induzir a enganos. Apontaram:

1. 100% dos consumidores de pão acabam MORTOS.

2. 98,3% dos presidiários que cumprem pena por crimes violentos, são usuários de pão.

3. 85,2% de todos os alunos do ensino médio que obtém resultados insatisfatórios nas provas, consomem pão diariamente.

4. No século XVIII, quando todo o pão era preparado nas próprias residências, a expectativa de vida média era de menos de 50 anos. As taxas de mortalidade infantil eram absurdamente elevadas, muitas mulheres morreram no parto e doenças tais como a febres, tifoide, amarela, e surtos de gripe dizimaram cidades inteiras.

5. 92,7% dos crimes violentos são cometidos dentro de 24 horas depois da ingestão de pão.

6. O pão é feito basicamente de farinha de trigo. Está provado que menos de 500 gramas de farinha de trigo são suficientes para sufocar um rato. O indivíduo médio, que consome em média dois pães de cinquenta gramas por dia, terá ingerido no final do mês farinha suficiente para ter matado seis ratos.

7. Sociedades tribais primitivas que não fazem uso do pão, apresentam baixa incidência, de câncer, do Mal de Alzheimer, de Parkinson e da osteoporose.

8. Está provado estatística e cientificamente que o uso do pão, causa dependência física e mental. Pesquisa feita em voluntários, revelou que 99,8% daqueles que foram submetidos a uma dieta forçada somente à base de água, imploraram por pão, em três dias ou menos.

9. O pão é um alimento frequentemente utilizado em conjunto com outros alimentos pesados e prejudiciais à saúde, tais como a manteiga, queijo, geleia e aos embutidos ricos em gorduras e colesterol.

10. Testes científicos comprovaram que o pão absorve a água. Partindo do princípio que o mais 90 % corpo humano é água, todo aquele que ingere pão, corre o risco de sofrer desidratação grave.

11. O pão é assado em fornos cujas temperaturas são mantidas acima de 200º Celsius. Essa temperatura pode matar um indivíduo adulto em menos de um minuto.

12. 58% dos indivíduos que consomem pão, são totalmente incapazes de distinguir entre fatos científicos comprovadamente significativos e baboseiras estatísticas sem sentido e manipuladas, como essa.

Bread is Dangerous - B.S Wheatberry

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA


Jacinta Kate Laurell Ardern, com 40 anos é a primeira-ministra da Nova Zelândia. Integra o Parlamento desde 2008. Exerce a função de líder do Partido Trabalhista desde 2017.

Jacinta nasceu em Hamilton, a sétima maior cidade da Nova Zelândia, mas cresceu em uma pequena cidade rural chamada Murupara.

Sua mãe era funcionária de um refeitório escolar e seu pai policial em Morrinsvile, município de 7 mil habitantes, o que, segundo a primeira-ministra, formou sua maneira de enxergar a política.

Em 21 de junho de 2018, apenas 8 meses após assumir o cargo de primeira-ministra, Ardern deu à luz sua primeira filha, Neve, de sua relação com o apresentador de televisão Clarke Gayford. Ela foi a primeira premiê do país a ter um filho durante o mandato, e tirou apenas seis das 18 semanas de licença-maternidade previstas por lei na Nova Zelândia, se mantendo disponível para possíveis urgências. 

Jacinta viralizou nas redes sociais ao ser fotografada brincando com a bebê, então com apenas três meses, na reunião da Assembleia Geral da ONU em Nova York, enquanto aguardava para discursar na cerimônia que homenageou o centenário de Nelson Mandela. 

No dia 15 de março de 2019, um atirador invadiu mesquitas na cidade de Christchurch, em um ataque terrorista que deixou 51 mortos. Apenas seis dias depois do atentado, a primeira-ministra determinou também a proibição da venda de fuzis e outras armas semiautomáticas no país e a aplicação de uma multa de 4 mil dólares e até três anos de prisão para quem não entregasse o armamento já adquirido dentro do período de adaptação à lei.

Tem se saído muito bem no enfrentamento ao Covid-19.

Muita gente querendo se mudar para a Nova Zelândia.

Viver é Perigoso

POIS É...

 

Viver é Perigoso