quinta-feira, 8 de outubro de 2020

A MÃE DO BLUES


Gertrude Malissa Nix Pridgett Rainey, simplesmente, Ma Rainey (1886-1939).

Uma mais antigas cantoras profissionais de Blues e foi uma das primeiras da sua geração a gravar a música que cantava.

É apelida de de "The Mother of the Blues" ("A Mãe dos Blues"). O seu trabalho teve uma grande importância na popularização do Blues e foi uma grande influência para as cantoras de Blues mais novas, como Bessie Smith.

É citada, por Bob Dylan, na música "Tombstone Blues" (Blues da Lápide). No verso diz:

"Onde Ma Raney e Beethoven Certa vez desembrulharam seus sacos de dormir Tocadores de tuba agora praticam ao redor do mastro E o Banco Nacional vende com lucro Mapas de estrada para a alma Para o asilo para idosos e a faculdade"

(Google)

Viver é Perigoso

OUTROS TEMPOS


Vi hoje uma propaganda do vereador e buscando a reeleição, o médico Kener Maia. De imediato me lembrei de um seu desabafo proferido em um discurso no Plenário da Câmara Municipal e publicado no "Viver é Perigoso" no dia 25/9/2017, sob o título "Desalento para com a política atual".

O Vereador Kener estava começando na política. Interessante ler a postagem original e observar os comentários publicados e replicados na ocasião e atentar para mudanças acontecidas, ou não. 

Nesses dias tenho pensado com certa preocupação em uma lição que recebi de um amigo e incentivador da minha trajetória médica e política quando, vendo o descompromisso com o povo brasileiro, sem autoridade, desconte e enganado pelos políticos havidos de poder e mal-intencionados, falindo os cofres públicos, corrompendo a saúde, educação, o bem estar social, desacreditando sistematicamente a representatividade que lhes foi dada pelos votos sob o efeito de promessas enganosas e ações eleitoreiras, esses tais votos que elegem pessoas que entram na política, não para lutar pelo povo mas por si mesmo enriquecendo-se com os desvios do dinheiro público.

Bem diferente o que meu amigo me ministrou: 

"Até o início da década de 1960, embora com certas restrições, o plenário das câmaras era o local onde os políticos debatiam educadamente e respeitosamente o futuro desejado do povo que os elegeu: em saúde, educação, moradia e bem estar social. Estas reuniões se realizavam sem ofensas mutuas. Por isso, de uma maneira geral, havia um respeito muito grande pelo político, considerando como “Doutor” e ele se orgulhava”. 

Que diferença hoje em dia!

Senhores, fiz esse preambulo para fim de registrar os fatos que tem ocorrido nas reuniões da Câmara Municipal de Itajubá que as vezes chegam a ser deploráveis em defesa ou ataque de um projeto a ser votado, que agrada uns e contrariam outros. Temos que conscientizar que somos eleitos pelo povo e fazermos o que for melhor para eles, amparando seus clamores.

Confesso que não tinha ambições políticas, visto que a minha profissão, inspirada por Deus para servi-lo, tomava todo o meu tempo, meu amor e minha atenção pelo próximo e, honestamente não imagina que a política era deste modo: cheio de egoísmo, ambição, soberba, inveja, ciúmes, descomprometimento em servir a quem realmente deve ser servido, mas servindo-se em detrimento ao pobre eleitor que não cansa de confiar.

Todavia, senhores, eu continuarei lutando por aquele que me elegeu, vencendo todos os obstáculos e as más consciências que estão tornando em um Inferno o Paraiso que Deus criou. 

Bem, depois de dito isto, mostrando meu sentimento por tanta discórdia reinante em nosso meio, quando deveria ser harmonia e paz, entendo que Itajubá cresceu muito, portanto, precisamos que se ponha um paradeiro a tantos conflitos entre nós e entre o povo.

Kener Maia

Viver é Perigoso

O QUE FIZERAM COM A VENEZUELA


Quem ? Chaves, Maduro, Cuba, Lula, Dilma e demais perturbados da esquerda vindos do Foro de São Paulo.

Hoje, lendo uma reportagem, confesso que parei na introdução e não li mais:

"Pela primeira vez em um século, não há equipamentos para a exploração de petróleo na Venezuela. Os poços que permitiam o acesso às maiores reservas do mundo foram abandonados ou deixados para queimar gases tóxicos com um clarão alaranjado sobre pequenas cidades. As refinarias que processavam o óleo para exportação não passam de montes de metal enferrujado, vazando petróleo que mancha de preto as praias e cobre a superfície do mar com um brilho oleoso.

O país que dez anos atrás era o maior produtor da América Latina, com uma receita de cerca de US$ 90 bilhões por ano com as exportações, no final deste ano, deverá faturar líquidos apenas US$ 2,3 bilhões - menos do que o montante agregado que os imigrantes venezuelanos enviarão para casa para sustentar suas famílias - Mais de 5 milhões de venezuelanos (um em cada seis), deixaram o país desde 2015 e vivem exilados no exterior.

Viver é Perigoso

EU ACEITO O ARGUMENTO

 


"Registro minhas desculpas àqueles que se sentiram ofendidos e afirmo meu respeito a todo cidadão brasileiro, qual seja sua orientação sexual, posição política ou religiosa."

Ministro Milton Ribeiro - Educação

Blog: Só dispensável "àqueles que se sentiram ofendidos e", já serviria também pela referência ofensiva aos professores.

Viver é Perigoso

NÃO SAIA SEM MÁSCARA


 Viver é Perigoso

MOÇAS BONITAS


Emmanuelle Charpentier e Jennifer A. Doudna ganharam o Prêmio Nobel 2020 em Química, anunciou a Academia Real de Ciências da Suécia ontem (7/10), pelo desenvolvimento do Crispr, método de edição do genoma. 

Emmanuelle Charpentier, francesa de 51 anos, é diretora do Instituto Max Planck de Biologia de Infecções em Berlim.
Jennifer Doudna, americana de 56 anos, é professora da Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos.

Viver é Perigoso

 

ENCONTRO MARCADO

 


Encontro marcado na Boa Vista, é claro. Amigos irmãos de uma vida toda. Eu estava um pouco atrasado mas ainda cheguei em tempo.

Histórico o banco de cimento com a publicidade do Sr. Brejeco, motorista sempre pronto para atender e estimado por todos.

Ah! os amigos ? Virgílio Machado e Dalton Barbosa.

Viver é Perigoso


O TEMPO PASSA, O TEMPO VOA E A ESBÓRNIA CONTINUA NUMA BOA

 

Viver é Perigoso

LIVRO, PRESENTE DE AMIGO


Impressionante como as coisas estão indo. No início de setembro recebi da Amazon uma mensagem, dizendo que estava para ser lançado um livro e, com certeza, de meu interesse.

Tratava-se de "Samuel Wainer - O Homem Que Estava Lá", escrito pela jornalista mineira Karla Monteiro. Ainda não tinham o preço, mas que eu poderia fazer o pedido com o pagamento por ocasião do enviou. Como a vida do Samuel Wainer sempre me impressionou, de imediato confirmei

O livro foi lançado na semana passada, dia 29/9/2020. Informado o valor, paguei e o livro que já se encontra na Boa Vista, é claro.

Tudo bem que aconteça a recomendação de um livro existente, mas de um ainda a ser lançado, é a primeira vez.

Para os poucos que estão chegando agora, Samuel Wainer foi um dos mais poderosos e influentes personagens brasileiros do século XX. Resumindo, foi o criador e dono do jornal "Última Hora".

Em tempo, foi casado com Bluma, uma bonita e determinada comunistas e como do conhecimento geral, com a Danuza Leão.

Um documento. Uma aula. Já em leitura avançada. Muito Bom.

Viver é Perigoso