sábado, 3 de outubro de 2020

MARAVILHA


Viver é Perigoso

ATIBAIA - HISTÓRIAS


Pois é...a aprazível e próspera Atibaia é sempre citada nos jornais por motivos que seriam melhor se esquecidos.

Os episódios Sítio do Lula e Casa do Queiroz se tornaram de pequena monta, quando se lembram do ex-oficial da SS Gustav Franz Wagner, que foi subcomandante do campo de extermínio de Sobibor, na Polônia.

História complicada:

Com o fim da guerra, o nazista, chamado de "a besta de Sobibor" fugiu para Roma de onde  emigrou para a Síria, onde viveu por anos. Chegou ao Rio no navio "Conte Grande", em 12 de abril de 1950, com visto do consulado brasileiro em Beirute, no Líbano, e foi parar em Atibaia. 

Casado com uma alemã, ele viveu no sítio herdado da família dela, sem ser incomodado até 1978, quando o austríaco começou a ser procurado graças ao relato do seu antigo chefe, o oficial da SS Franz Stangl (ex-comandante dos campos de extermínio de Sobibor e Treblinka, preso no Brasil em 1967, quando trabalhava na fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo). Stangl havia revelado que Wagner estava no Brasil, mas foram anos até que o seu ex-auxiliar fosse procurado no país.

No dia 30 de maio de 1978, Franz Wagner se entregou ao Departamento de Ordem Política e Social (Dops), em São Paulo, quando soube que estavam em seu encalço. Negou sua participação em Sobibor, alegando que era um agente da Gestapo, a polícia secreta nazista. 

Foi desmascarado. 

Quatro países pediram sua extradição: Alemanha, Polônia, Áustria e Israel. O Brasil (STF) disse "não" a todos. De acordo com a justiça brasileira, os crimes de Wagner deveriam ser tratados como "homicídio qualificado" e que, portanto, já estariam prescritos em 1978. O nazista, então, ganhou de volta sua liberdade.

Após a decisão, em liberdade, o nazista voltou para o seu sítio em Atibaia, onde se suicidou no dia 4 de outubro de 1980.

Viver é Perigoso 

POIS É...


O Ministro Gilmar Mendes, suspendeu a ação que investigava advogados da Fecomèrcio do Rio de Janeiro, acolhendo um pedido de liminar feito pela OAB..

Ele também impede que o Juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, tome qualquer nova decisão no caso.

No começo de setembro, Bretas autorizou 50 mandados de busca e apreensão em residência e escritórios de advocacia do Rio, de São Paulo e de Brasília.

Segundo o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, houve desvio de R$ 151 milhões da Federação do Comércio, no que seria um conluio entre a antiga direção da entidade e advogados contratados por ela. Eles começaram a ser investigados a partir da delação premiada do ex-presidente da Fecomércio-RJ Orlando Diniz. Segundo ele, a contratação dos advogados foi feita para desviar recursos do sistema S, e não para a prestação de serviços tradicionais de advocacia.

Entre os alvos das operações estavam os advogados Cristiano Zanin e Roberto Teixeira, que representam Lula em outras ações, Ana Tereza Basílio, que defende o governador afastado do Rio, Wilson Witzel, e Frederick Wassef, que já representou a família de Jair Bolsonaro.

Viver é Perigoso

É FRIA !


Inaugurados hoje pela cidade afora, comitês de campanha dos candidatos a prefeito de Itajubá. Diz a tradição política da terrinha, que comitê eleitoral instalado na Boa Vista, é claro, é meio caminho andado.

Garanto: 

Exceto quando da rápida cerimônia de inauguração (às vezes nem isso) você encontrará um candidato ou seu vice, num desses endereços. É fria, ou melhor, "uma gelada".

Viram centro de reivindicações em geral. O que aparece de contas de luz, água e receitas de remédio é uma grandeza. 

Um perigo atender. Gravou, fotografou, documentou um atendimento "humanitário", é véspera de ação judicial/eleitoral por compra de voto.

Distribuição de material de campanha ? Candidato a Vereador, com um mínimo de experiência, não aceita material de campanha promovido pelo candidato majoritário. Papel barato, fotografias matadas, deixando o candidato com cara de doente e pior, obrigatoriedade de citar os nomes dos "chefes", candidatos a prefeito e vice.

A última coisa que um candidato a vereador pensa é perder um voto por más companhias nos santinhos.

Fidelidade partidária sim, mas nem tanto.

Viver é Perigoso

ENTREI NESSA


Há séculos, quase tudo que faço, faço ouvindo música. Quando jovem, rádios. Depois, discos de vinil, fitas, cd´s e pen-drives. Hoje, direto e reto, "streaming de áudio". 

De acordo com pesquisa da Associação Brasileira da Música Independente (ABMI), o número de brasileiros que usam streaming de áudio chegou a 59,8 milhões no segundo trimestre de 2020.

As plataformas licenciadas mais acessadas para escutar música e podcasts são Spotify (62%) do total de usuários, Amazon Music com 12% e Deezer, com 9%.

No caso, não me importo de ser controlado por algoritmos. Tocam o meu estilo, pegando dos anos 50 e parando aí pelo início dos 80. Trinta anos de música de primeira.

Nem por erro ou engano invadiram e agrediram o meu espaço sonoro, eclético, diga-se de passagem, com axé, sertanejo universitário e pagode. Ah ! estou no Spotify.

E vamos nós.

Viver é Perigoso  

PINGO NOS IS


Questionado hoje por um amigo fraterno, pego o gancho no Estadão e esclareço de vez a questão. 

Claro que não irá afetar a cotação do dólar, nem no Centro Financeiro da Boa Vista, é claro.

Há muito desisti de acreditar no Jair Bolsonaro. De um governo se espera que ele governe, ou seja, dê uma direção à administração. Do atual governo, é esperar demais. 

Ele é isso aí e ponto. 

Dia a dia ele tem demonstrado inaptidão para o exercício da Presidência. Seu único projeto que vai de vento em popa é o eleitoral. Segue firme na sua campanha.

Sinceramente ? Não tem retorno. Uma patacada hoje, um silêncio constrangedor amanhã, um desmentido depois de amanhã e assim seguirá até o final do mandato, ou não.

Burro velho não pega marcha.

Finalizando, ainda podemos seguir com esperanças na equipe econômica, na Ministra da Agricultura e no Ministro de Infraestrutura. 

Em termos de País, muita dificuldade em perceber equilíbrio e isenção do judiciário. E por incrível que pareça, um princípio de confiança no Congresso e nos governos estaduais. 

Oremos

Viver é Perigoso 

MOÇA BONITA


Hope Charlotte Hicks. De longa data, assessora política de Donald Trump. Em 1º de outubro último foi diagnosticada com covid-19. Está com 32 anos de idade. Foi diretora de comunicação da Casa Branca.

Viver é Perigoso