sexta-feira, 21 de agosto de 2020

CANTINHO DA SALA

Henri Matisse - 1947.
Metropolitan Museum of Art, New York
Viver é Perigoso

RETRATO EM PRETO E BRANCO


CidadeAdmissõesDemissõesSaldo de junhoSaldo acumulado do ano
Lavras413437-24-943
Poços de Caldas10531063-10-4682
Três Corações281286-5-620
Itajubá341343-2-849
São Sebastião do Paraíso3943931-507
Varginha100999811-1787
Alfenas59257913-96
Três Pontas364245119-213
Passos665447218102
Pouso Alegre14071180227-1337
Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) nesta sexta-feira (21).

Viver é Perigoso

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO


Ocupando oito páginas do Jornal Itajubá Notícias desta semana, a publicação do Relatório da Administração da AISI - Associação de Integração Social de Itajubá, mantenedora do Hospital e participante (40%) na Faculdade de Medicina de Itajubá.

Números e informações merecedores da atenção dos itajubenses.

Adiantando, a Nota 44 do Relatório, aborda a "venda parcial da Faculdade de Medicina de Itajubá", sendo que a participação da AISI na nova empresa (Centro de Ciências em Saúde de Itajubá S.A) passou a ser 40%.

Conforme contrato, a totalidade dos bens ativos ( exceto bens imóveis)* e de direito relativos a Faculdade de Medicina de Itajubá, incluindo o direito de mantença, foram conferidos a nova empresa.

*Informado na Nota 22, que a instituição (AISI) tem todos os seus bens imóveis (terrenos e prédios) penhorados. As penhoras foram requeridas pelos processos de execução fiscal de impostos e contribuições (IRRF, PIS,INSS E FGTS).

A Faculdade de Medicina de Itajubá continua com o funcionamento de suas atividades no mesmo prédio da Associação (AISI ?) pagando a Associação (sic)  um valor de aluguel de R$ 150.000,00 fixos mensais.
O Centro de Ciências em Saúde de Itajubá S.A também através de contrato, custeia junto a Associação, através do Hospital das Clínicas, o ensino dos alunos de 3º,4º,5º e 6º ano, da Faculdade de Medicina, um valor variável de R$ 240.000,00 mensais.

Blog: Vamos consultar os universitários e voltaremos a abordar o assunto.      

Viver é Perigoso

EM BREVE


No jornal IN a Brilux confirma a implantação de uma unidade industrial em Itajubá. Como já noticiado anteriormente, a empresa funcionará nas instalações onde funcionou, por último, a PKC.

A empresa investirá na cidade R$ 60 milhões, considerando R$ 10 milhões relativos a aquisição do prédio. Estão previstos 200 empregos diretos durante a instalação e mais 150 indiretos.

A inauguração está prevista para maio/2021.

Salvo engano, trata-se do único empreendimento industrial de porte conseguido pela Administração atual que vem desde janeiro/2013. Importante.

Após tantas idas e vindas na área de implantação de empresas no município, a torcida é para que desta vez nenhum imprevisto aconteça.

Claro e justo, que o atual prefeito e principais assessores estejam presentes na inauguração marcada para maio/2021, qualquer que sejam os eleitos no dia 15/11/2020.

Interessante: Segundo a empresa, a localização de Itajubá foi fator decisivo na decisão tomada.

Viver é Perigoso   

JUÍZO MOÇADA


Alertar sobre curvas perigosas à frente, buracos na pista e turbulências, nunca foi prática de inimigo, principalmente, de inimigo político.

Inimigo político se cala e espera o outro concretizar o erro. De preferência guardando o relatório no freezer. Como dizem os entendidos, vingança é um prato próprio para ser servido a frio.

Agora, aguentem.

Entendam: "juízo moçada" são alertas.  

Viver é Perigoso 

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

RENDA-SE

Viver é Perigoso