quarta-feira, 22 de julho de 2020

CANTINHO DA SALA

Paul Ranson - Apple Tree with Red Fruit - 1902
Viver é Perigoso

É DOS CARECAS QUE ELE GOSTA MAIS


Uma pesquisa da Universidade de West Virginia, nos Estados Unidos, reforça a associação entre a calvície e a possibilidade de apresentar quadros mais graves da Covid-19. 

Publicado no Jornal da Academia Americana de Dermatologia (21/7), o trabalho – ainda sem revisão dos pares – sugere que homens carecas têm 40% mais chances de apresentar sintomas clínicos da infecção provocada pelo novo coronavírus.

Os pesquisadores analisaram dados de aproximadamente 2 mil homens britânicos. 

Nos formulários, disponíveis no banco de dados Biobank, do Reino Unido, os voluntários descreveram a quantidade de cabelo que possuíam, sendo o padrão 1 referente a “sem perda de cabelo”; 2 como “leve perda de cabelo”; 3, “perda moderada de cabelo”; e 4 como “perda severa de cabelo”.

A positividade da Covid-19 apresentou uma tendência maior com o aumento da calvície. Dos 394 pacientes que relataram o padrão 4, 20,05% apresentaram resultado positivo”.

Outra pesquisa, realizada em Madrid, detectou a prevalência de 79% de carecas entre 122 pacientes internados com Covis-19 - o percentual representa quase o dobro da prevalência da característica na população geral.

Blog: Estou devidamente lascado.

Viver é Perigoso

QUE RAIO DE PLATÔ É ESSE ?


Com origem no francês, a palavra platô pode ser utilizada como sinônimo de planalto na área da geografia. Ou seja, significa uma superfície plana e elevada, mesmo cenário que pode ser verificado em uma curva epidemiológica. 

O planalto do Tibete é um planalto vasto e elevado situado na Ásia Oriental, ocupando a maior parte da Região Autônoma do Tibete, além de outras províncias chinesas, assim como outros países, como Índia, Nepal, Myanmar.

Este planalto ocupa uma superfície de aproximadamente 2,5 milhões de km2, com uma elevação média de 4000 metros Chamado teto do mundo, é o maior e mais elevado planalto do mundo. 

Temos lido, visto e ouvido diariamente, altas autoridades informar que em termos de Covid-19 já atingimos o platô. Imagina-se que tentam dizer que o contágio estabilizou-se num patamar elevado, mas estabilizou-se.

Hoje vem a informação que os registros de diagnósticos da Covid-19, nas últimas 24 horas, chegaram a 65.339 !

Mudamos do platô da Mantiqueira para um platô do Tibete.

Oremos !

Viver é Perigoso

LEI AFONSO ARINOS


Completando 70 anos a turnê da célebre dançarina e coreógrafa Katherine Duham fez pelo Brasil (julho/1950).

No intervalo de sua apresentação no Teatro Municipal de São Paulo, em entrevista, ela denunciou aos repórteres que cobriam o espetáculo, que dias antes o Esplanada - luxuoso hotel vizinho ao Teatro, se recusara a hospedá-la ao descobrir que era uma "mulher de cor".

A denúncia caiu como uma bomba.

A reação mais expressiva foi do Deputado Federal Afonso Arinos, que na segunda-feira seguinte (17/7) apresentou à Câmara dos Deputados um projeto de lei para transformar determinadas atitudes racistas em contravenção penal. A Lei foi aprovada e ficou conhecida como "Lei Afonso Arinos". 

Gilberto Freyre (Casa Grande & Senzala publicado em 1933) que era deputado federal em 1950, discursou na Câmara no mesmo dia em que Arinos apresentou o projeto antirracismo.

" Se é certo que um hotel da capital de São Paulo recusou acolher como hóspede a artista norte-americana Katherine Dunham por ser pessoa de cor, o fato não deve ficar sem uma palavra de protesto nacional nesta Casa. Este é um momento em que o silêncio cômodo seria uma traição aos nossos deveres de representantes de uma nação que faz do ideal (se não sempre da prática) da democracia social, inclusive a étnica, um dos seus motivos de vida, uma das suas condições de desenvolvimento."

Para se ter uma ideia dos absurdos da época, o deputado Plínio Barreto, um dos relatores do projeto (votou favorável) anotou:

"Biológica e historicamente, o negro é parte essencial do nosso povo. Seja um bem, seja um mal, seja uma coisa que nos orgulhe, seja uma coisa que nos deprima, é essa a realidade”.

A Lei Afonso Arinos foi revogada em 1989. O tema foi aprimorado na nova Constituição. Em tempo, a famosa Lei nunca levou ninguém para a cadeia.

Como curiosidade, Afonso Arinos era neto do ex-governador de Minas Gerais, Cesário Alvim, que certa vez visitou Itajubá e  o seu nome foi dado a Praça principal da cidade. Mais adiante, com justiça, deixou de ser Praça Principal (rebatizada de Theodomiro Santiago ) e passou para ser o nome da avenida que dá acesso à Santa Casa.

Viver é Perigoso

CARTA QUE NÃO RECEBI

Itajubá, 22 de julho de 2020

Meus prezados,

Ref: Pré - Candidatura a Vereador
 
Sempre sonhei com uma Itajubá mais inclusiva, acolhedora e bem informada. A luta pela justiça é o que me movimenta: foi por ela que decidi me tornar advogado, e que me levou a participar de outros projetos na área da educação, da conscientização política e da transparência pública.

Hoje, dou mais um passo importante por estas causas. Com o coração cheio de esperança, me apresento como pré-candidato a vereador em Itajubá, pelo Partido Verde.

O caminho será árduo, mas acredito que com diálogo, trabalho e sabedoria, nós podemos fazer ainda mais por nossa cidade. Alegria e muito sonho, coração, juventude e fé!




Pedro Gama

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA


Sem dúvida uma das pessoas mais importantes de Itajubá. Jornalista Célia Rennó. Presença marcante na vida da cidade. Independente. Importantíssimo, dotada de uma qualidade fora de uso nesses tempos. A Célia respeita as expressões de pensamentos e ideias dos outros, levando quase todos, a respeitar os pensamentos dela, naturalmente visíveis no seu modo de ser.
Vereadora eleita nas últimas eleições, foi impedida de exercer o cargo por artifícios dos seus adversários. Na certa a história iria ser outra.

Um abraço Celinha. Feliz aniversário.

Viver é Perigoso 

VAI SOBRAR PARA NÓS !


Viver é Perigoso