sábado, 11 de julho de 2020

AUMENTE QUE É ROCK !



Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

Vincent van Gogh - Bridges across the Seine at Asnieres -1887
Viver é Perigoso

TESTANDO SEUS CONHECIMENTOS - QUEM DISSE ISSO ?


“Discurso de ódio não é algo que eu apoio, não é algo que ninguém deve apoiar. É algo que apenas nos divide, e temos que nos unir. Não devemos destruir, e sim construir.”

(  )  Mahatma Gandhi

(  ) Papa Francisco

(  ) Martin Luther King

(  ) Madre Tereza de Calcutá

(  ) John Kennedy

(  ) Jair Bolsonaro

Acertou quem marcou a sexta opção. Talvez sob o efeito da cloroquina, o Presidente Jair declarou hoje em Brasília.

Viver  é Perigoso 

A QUASE MINISTRA


A médica que defende a hidroxicloroquina, como forma de tratamento para a covid-19, a oncologista e imunologista Nise Yamaguchi,  foi suspensa pelo Hospital Albert Einstein.

A assessoria do Hospital Albert Einstein justificou o afastamento devido a uma "analogia infeliz e infundada entre o pânico provocado pela pandemia e a postura de vítimas do holocausto" feita pela médica em entrevista à TV Brasil:

"você acha que alguns poucos militares nazistas conseguiriam controlar aquela MASSA DE REBANHO de judeus famintos se não os submetessem diariamente a humilhações, humilhações, humilhações...". 

Segundo a assessoria do hospital:

"Como se trata de manifestação insólita, o hospital houve por bem averiguar se houve mero despropósito destituído de intuito ofensivo ou manifestação de desapreço motivada por algum conflito. Durante essa averiguação, que deve ser breve, o hospital não esperava que o fato viesse a público. A expectativa do hospital é a de que o incidente tenha a melhor e mais célere resolução, de modo a arredar dúvidas e remover desconfortos."

Viver é Perigoso

UM DESCALABRO QUE PASSARÁ PARA A HISTÓRIA


Com relação ao tratamento de total descaso dado pelo Sr. Prefeito Municipal, durante todo o seu mandato, à Santa Casa de Misericórdia de Itajubá, depois da fase "de não acreditar", da fase de revolta, da fase de indignação, da fase da tristeza, entramos na fase de sentir envergonhado.

De certa forma ficou claro a preocupação da prefeitura em mostrar as despesas realizadas com ações e serviços  público de saúde (acumulado até dezembro/1919 - recursos próprios). Não tem como justificar.

Hospital das Clínicas - AISI - R$ 3.972.000.00  

Fundação Espírita Prof. Antonio Carneiro da Silva - R$ 288.200,00

Santa Casa de Misericórdia de Itajubá - 272.000,00

Casa Santa de Misericórdia, onde nasceram nossos filhos e os nossos pais, avós, tios e amigos queridos, foram bem cuidados. Resultado da dedicação, de tantos cidadãos ilustres, de médicos, funcionários e religiosos. 

Por que ? Por que ? Por que ? Por que ? Por que ?

A história se repete: Atravessando uma crise sem precedentes na saúde, o País cambaleia sem um Ministro da Saúde, aos trancos e barrancos. Itajubá antecipou e há muito, o executivo municipal virou as costas para a nossa centenária Santa Casa.

O poder público chegou a anunciar a instalação de um improvisado hospital de campanha ao invés de caminhar junto com a Santa Casa. Ainda bem, que face aos protestos, desistiu.

Não fosse o heroísmo dos responsáveis pela Santa Casa, participação de cidadãos dedicados, o olhar atento de alguns políticos conscientes e envolvidos com a nossa cidade e micro-região, para o gáudio do grupo no poder municipal, a centenária casa de misericórdia já estaria em ruínas. 

De forma até otimista, talvez possamos resumir o descaso numa palavra:

PIRRAÇA !

Viver é Perigoso