sexta-feira, 15 de maio de 2020

CANTINHO DA SALA

Jean-Michel Basquiat - 1982
Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !


De forma equilibrada, explica o Pedro Gama:
Prefeitura de Itajubá recorreu da decisão, e pediu a sua suspensão enquanto corresse o recurso. O TJ-MG (em 2° instância), contudo, negou o pedido, mantendo os efeitos da decisão que determinou o fechamento de restaurantes, bares, igrejas, cultos, academias, parques e clubes na cidade.
Em termos de efeito prático, não devemos ter a reabertura pela via judicial tão cedo, visto que precisará pelo menos aguardar o processamento e julgamento do recurso.
A melhor solução me parece ser, neste momento, a que já deveria ter sido tomada pelo Prefeito desde o início da confusão: sentar com o Ministério Público para negociar um aditivo ao TAC, e aderir ao programa Minas Consciente, do governo estadual. Assumiu o compromisso, é preciso cumpri-lo.

Pedro Gama


Viver é Perigoso

HÁ QUE SE ENTENDER


Neutro - Por que o presidente Jair demitiu o Mandetta ?

Bolsonarista - Óbvio ! O Mandetta estava aparecendo de mais.

Neutro - Porque que o presidente Jair forçou a saída do Nelson Teich

Bolsonarista - Óbvio ! O Nelson Teich estava aparecendo de menos.

Viver é Perigoso 

CAINDO NO MESMO LUGAR


Ouvido há uns minutos no Supermercado Alvorada, na Boa Vista, é claro:

- Camarada, dizem que raio não cai no mesmo lugar, mas no nosso País parece que caiu. Um deles foi o coronavírus o outro...melhor não falar, se não passarão a dizer que sou comunista.

Viver é Perigoso 

CRISE ATIVA ANTAS


“Se Teich era contra o uso da cloroquina, já vai tarde. Precisamos com urgência liberar o uso para salvar milhares de vidas. Países mais avançados já liberaram.”

Deputado Marco Feliciano

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


Dois vereadores e um cargo de confiança do prefeito de Itajubá estão sendo investigados por manifestações intimidatórias contra a juíza Letícia Drumond desta cidade do Sul de Minas. O próprio prefeito, Rodrigo Riera (MDB) está na mira da investigação da Polícia Civil e do Ministério Público de Minas Gerais. Além de funcionários de confiança dele, os manifestantes usaram carro da guarda municipal para guiar a manifestação.

A decisão de apurar e investigar os responsáveis partiu do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e do Ministério Público de Minas contra os atos antidemocráticos e ataques à Justiça. “O Judiciário acordou e vai reagir às agressões”, avisou o presidente do TJMG, Nelson Missias de Morais.

Tão logo soube do ocorrido, o Tribunal de Justiça acionou o Centro de Segurança Institucional, a Polícia Civil e a Polícia Militar para adotar todas as providências em defesa da juíza e de sua integridade física. Em nota pública, iniciativa rara do Tribunal, Nelson Missias advertiu que a organização de manifestações públicas intimidatórias é inaceitável.

“Especialmente quando organizadas e incentivadas por agentes públicos. Se, por um lado, é compreensível a tensão pública existente em todo o país em função da pandemia do coronavírus, por outro é inadmissível que atos como os realizados em Itajubá sejam utilizados como instrumentos de pressão contra a autoridade judiciária, que deve ser respeitada”.

Liderado por vereadores e assessor do prefeito, um grupo protestou contra a decisão da juíza que suspendeu decreto do prefeito, que permitia a reabertura do comércio local. A prefeitura havia liberado que bares, restaurantes, igrejas e academias voltassem a funcionar na sexta-feira (8).

O vereador Renato Moraes (PSDB) e o controlador geral de Itajubá, Francisco Tomazoli da Fonseca, foram apontados como os organizadores da manifestação.

Contra a decisão, o grupo se reuniu em frente ao Fórum da cidade, depois seguiu até a sede do Ministério Público e encerrou o protesto na rua de frente para o prédio onde mora a juíza.

AlemdoFato

Blog: O duro é que todos na cidade comentam, que dificilmente, os "cabeças" do movimento, dariam um passo sequer sem consulta e  aprovação do Sr. Prefeito.
O Sr. Tomazzoli, além de seus trabalhos na Prefeitura, é Pastor evangélico da Sara Nossa Terra e também apresentador de programa da Rádio Futura FM, emissora sob influência do Prefeito. 

Viver é Perigoso

ESQUERDA NA FRENTE


Há séculos, vivi o meu primeiro desfile de 7 de setembro no Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro. Aprendi e jamais esqueci, pois as ordens seguiram, por ocasião dos desfiles, no Grupo Escolar Barão do Rio Branco, na antiga Fábrica de Itajubá, no Colégio dos Padres, no Colégio Estadual (grupo velho), no 4º Batalhão de Engenharia e Combate e no Colégio Major  João Pereira.

Orientação e ordem vindas das professoras e de militares de diversos escalões:

Esquerda, direita ...esquerda, direita, esquerda, direita.

Sempre, mas sempre mesmo, a esquerda vinha na frente. Nunca ao contrário.

Fakenews, possivelmente, dão conta que foi sugerido na altas esferas do atual governo a mudança radical nas orientações, em todos os níveis, para os desfiles, tanto escolares como militares:

Direita, esquerda...direita, esquerda...direita, esquerda

Obviamente, com a direita assumindo a frente.

Acreditem, mas comenta-se que um dirigente de alta patente foi voto contrário, razão pela qual, a a decisão sobre a importante mudança foi transferida para o Conselho de Ministros.

Em tempo, o voto contrário exigia a total eliminação da palavra "esquerda). Foi proposto pelo importante dissidente, a aplicação da orientação:

Direita, direita...direita, direita, ou no máximo, a ordem : Direita A, direita B...direita A, direita B, direita A, direita B...

Viver é Perigoso     

MOEDA DE TROCA

Viver é Perigoso