sábado, 9 de maio de 2020

O OUTRO LITTLE RICHARD




Precioso Senhor, pegue minha mão
Me guie, me mantenha em pé
Eu estou cansado, eu estou fraco e desgastado
Através da tempestade, através da noite
Me guie para a luz
Pegue minha mão, precioso Senhor
Me guie para o lar

Quando meu caminho ficar cada vez mais sombrio
Precioso Senhor, me guie de perto
Quando minha vida estiver quase indo
Ouça meu choro, ouça meu chamado
Segure minha mão, para que eu não caia
Pegue minha mão, precioso Senhor
Me guie para o lar

Quando a escuridão aparecer
E a noite se aproximar
E o dia passar e se for
Para o rio eu me levanto
Guie meus pés, segure minha mão
Pegue minha mão, precioso Senhor
Me guie para o lar

Estive, certa vez, visitando a Macon, na Geórgia, cidade  onde nasceu Little Richard, que tomou o barco hoje e também terra do Otis Redding. Em Macon (situada a 140 kms de Atlanta), funciona o Almann Brothers Band Museum.Estivemos lá por causa do blues e do rock.

É a vida...  

Viver é Perigoso

MUNDO NOVO


O valor de mercado da Zoom é quase 50% maior do que a soma do valor de cinco grandes empesas aéreas.

O sistema de videoconferência está cotado a US$ 44 bilhões e a Air France, United Airlines, Lufthansa, Americam Airlines e Delta Airlines juntas, valem US$ 30 bilhões.

Para quem está chegando agora, a Zoom Video Communications é uma empresa americana de serviços de conferência remota com sede em San Jose, Califórnia. Ela fornece um serviço de conferência remota que combina videoconferência, reuniões online, bate-papo e colaboração móvel.

É a vida...

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


Ontem (8), o presidente do Superior Tribunal de Justiça - STF, João Otávio de Noronha derrubou a decisão do TRF-3 (Tribunal Federal Regional da 3ª Região) que determinava que o presidente Jair Bolsonaro apresentasse os exames para detecção de covid-19.

Para os que estão chegando agora, o ministro Noronha nasceu em Três Corações em 1956. Formou-se em Direito em Pouso Alegre em 1981. Tendo sido funcionário do Banco do Brasil de 1975 até 1984.

Em discurso feito no dia 29 de abril último, o presidente Bolsonaro, assim se referiu ao ministro Noronha:

"Prezado Noronha, permita-me fazer assim, presidente do STJ. Eu confesso que a primeira vez que o vi foi um amor à primeira vista. Me simpatizei com Vossa Excelência. Temos conversado com não muita persistência, mas as poucas conversas que temos o senhor ajuda a me moldar um pouco mais para as questões do Judiciário. Muito obrigado a Vossa Excelência".

Em tempo, o "Estadão" que pediu a divulgação dos exames do presidente Bolsonaro, também solicitou ao Ministro João Otávio Noronha, que se considere “impedido” de analisar o recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) contra a divulgação dos exames de covid-19 feitos pelo presidente Jair Bolsonaro. 

Em entrevista ao site JOTA, o Ministro Noronha antecipou a sua posição e afirmou que "não é republicano" exigir que os documentos sejam tornados públicos.

Blog: Mais encrencas.

Viver é Perigoso

ÓBVIO ULULANTE


"Existe um equívoco de que o isolamento social, a quarentena, está causando a crise econômica. É ao contrário. A crise é causada pela pandemia. Parece óbvio, mas no discurso de muitos, inclusive em esferas de poder, estão agindo em direção contrária. O que afeta a economia é a pandemia, não as medidas para combater"

H. Meirelles

Blog: Só não vê quem não quer. 

Viver é Perigoso

VOLTA LULA

Viver é Perigoso

E SEGUE A LUTA ...


Atenção: o estudo foi observacional. Não seguiu as exigências científicas.

Deu na Internet

O maior estudo já realizado até o momento com a hidroxicloroquina mostrou que não há qualquer benefício do uso dela no tratamento da Covid-19. A droga não evitou que pacientes fossem parar no respirador nem reduziu a taxa de mortalidade. O estudo passou por revisão por pares e foi publicado na New England Journal of Medicine (NEJM), uma das mais conceituadas revistas de pesquisa médica do mundo.

A revista lembra que a suposição de que cloroquina e hidroxicloroquina, com ou sem combinação com azitromicina, teriam ação terapêutica contra a Covid-19 é baseada, principalmente, em relatos de médicos e, até agora, não teve comprovação por qualquer estudo capaz de sobreviver à revisão por pares.

Ainda assim, essas drogas tiveram a suposta ação anti-Covid-19 defendida publicamente pelos presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos EUA, Donald Trump. Essas drogas não são uma panaceia contra o coronavírus, alertou a NEJM.

O novo estudo foi realizado com 1.376 pacientes com Covid-19 atendidos pelo Hospital Presbiteriano, da Universidade de Columbia, em Nova York. A pesquisa foi observacional, isto é, os cientistas não realizaram experimentos específicos com a droga e sim avaliaram o resultado do tratamento com elas administrado por médicos do hospital.

Viver é Perigoso