sexta-feira, 8 de maio de 2020

FAKE NEWS


Trata-se de fake news: Não tem mulher pelada no vídeo da reunião do Planalto.

Clarin da Boa Vista

Nota: A Advocacia Geral da União entregou hoje ao Supremo a íntegra do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Gisele*
* Gisele decidiu se aposentar das passarelas aos 34 anos. 

Viver é Perigoso

BAIXO CLERO


Escreveu hoje a Sonia Racy no Estadão:

Não se viu grupo que marchou contra o lockdown, ontem, com Bolsonaro e Paulo Guedes até o STF, qualquer empresário ou banqueiro conhecido. Não que o ministro da Economia tenha se confundido ao afirmar que estavam presentes representantes de 45% do PIB brasileiro.

Foram para Brasília, 12 executivos contratados para dirigir diferentes sindicatos.

Quais ? O do aço - Marco Polo Lopes, escolhido para falar em nome da iniciativa privada. E o de brinquedos, exportadores, calçados, construção, energia, máquinas, plásticos, químicos, moda, indústria da construção pesada e farmacêutica.

Não apareceram, o presidente da Fiesp, Firjan, CNI, CNC, nem da Sociedade Rural Brasileira.

Com ou sem máscaras.

Blog: Na verdade, foram é usados pelo Planalto. Correm o risco de perderem os empregos pela bobeira.

Viver é Perigoso

PAPEL MOEDA

Viver é Perigoso

COM RESPONSABILIDADE


A Administração Municipal resolveu liberar o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e igrejas, claro, com as restrições de praxe.

Difícil decisão, num momento de incertezas e aparente recrudescimento da pandemia.

Imagino que tenha pesado, significadamente, as informações e dados técnicos. O pessoal da Prefeitura, na certa tem em mãos, dados estatísticos e mapas do comportamento de toda a micro-região. Afinal, Itajubá é o pólo de atendimento.

Temos que confiar.

Creio, que nós do chamado "grupo de risco", continuaremos firmes no distanciamento social. Não acredito em idas, no momento, aos locais liberados. Opção para os mais jovens e saudáveis.

O duro disso é esse grupo (jovens e saudáveis) devem se tornar o meio de transporte preferencial do novo coronavírus. Possivelmente, a grande maioria deles, de forma assintomática. 

Na sociedade brasileira, é raro não ter a presença de alguém do "grupo de risco" vivendo sob o mesmo teto. Daí...

Então...que venha o chinês de forma controlada, possibilitando o atendimento hospitalar, como manda o figurino, para todos.

Não acredito que a flexibilização do distanciamento social promoverá o restabelecimento da economia. Todos os gastos não essenciais ficarão para o Natal.

Viver é Perigoso   
     

THE END



Sinceramente ? A festa acabou. O último que sair, por gentileza, apague a luz.

Viver é Perigoso

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Anselmo
Parati - by Anselmo.

Entendo muito pouco sobre a arte da fotografia. Porém, me intriga quando conseguem captar um pouco além, aliás, muito além. É o caso.

Viver é Perigoso 

PF OU MELHOR, EMPRATADO


Publicado hoje o Decreto Municipal nº 7845/2020, que autoriza, sob condições, o funcionamento de atividades de bares, restaurantes, lanchonetes e similares, e dá outras providências.

Registro: Confusa a numeração dos itens do Decreto. Diferente do chamado no Blog (outro dia) de PF - Prato Feito - o decreto denomina de "empratado".

Ficou determinado ou sugerido:

Os bares, lanchonetes, restaurantes e quaisquer outros estabelecimentos que comercializem gêneros alimentícios para consumo no local, que desejarem retomar suas atividades a partir de 08 de maio de 2020, deverão adotar as seguintes medidas, sendo estas condições para seu funcionamento (entre outras):

Servimento dos produtos em porções individuais ou empratados, levados ao cliente à mesa, sendo proibido o autoatendimento (self-service); Parágrafo único.O estabelecimento poderá optar por expor os alimentos em um balcão onde o consumidor poderá escolher os produtos que deseja para a montagem de seu prato, desde que: 

O serviço ou montagem dos pratos seja realizado por funcionário do estabelecimento utilizando máscara, luvas, toucas e avental; 

A distância mínima entre o consumidor e o balcão de serviço de alimentos seja de 1,5m (um metro e meio) e demarcada por um limitador físico (fita, corrente de plástico ou assemelhado); 

Em hipótese alguma permita o contato dos consumidores com talheres e demais equipamentos destinados ao serviço dos alimentos; 

Priorizar os pagamentos diretamente no caixa; 

Instalação e uso de anteparo mecânico fixo nas estações de atendimentos/caixas, de forma a evitar o contato direto entre atendente e cliente;

Fiscalização da correta higienização das mãos e das superfícies de toque antes e após cada atendimento, principalmente das máquinas de cartão.

Pois é...

Viver é Perigoso 

MAL NA FITA

Viver é Perigoso