quinta-feira, 16 de abril de 2020

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

BRASIL ? SEI NÃO...


Viver é Perigoso

PARA OS QUE ESTÃO CHEGANDO AGORA


O AI-5 foi publicado no dia 14/12/1968 - No dia anterior (13/12), em reunião com o Presidente Costa e Silva e todo o ministério, consciente da dureza do Ato Institucional, o Ministro da Educação, Cel. Jarbas Passarinho, disse:

“Às favas todos os escrúpulos de consciência”.

O vice-presidente e jurista mineiro Pedro Aleixo não concordou inicialmente com o ato. Temia o que ele representaria. 

- “O senhor está com medo de mim, dr. Pedro?”, teria perguntando o presidente, general Costa e Silva. 

- “Do senhor, não. Tenho medo é do guarda da esquina”, respondeu Aleixo. 

E de fato, a partir daquele dia, toda esquina, real ou imaginária, passaria a ter um guarda carrancudo a espreitar cada ato cidadão.

Um homem só, o general, poderia intervir no Congresso, Assembleias, Câmaras de Vereadores, Poder Judiciário, Estados e municípios, suspender os direitos políticos de qualquer cidadão, cassar mandatos eletivos, decretar o confisco de bens e o estado de sítio. Instituiu censura e o fim do habeas corpus. 

A partir daquele dia, aconteceu o empastelamento de jornais, revistas. Fechamento de rádios e censura caprichada nas emissoras de televisão. Buscas e prisões a granel e no atacado. Críticos do regime, suspeitos de serem críticos do governo e amigos de críticos do governo foram recolhidos aos porões, sem direito algum.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Viver é Perigoso

SAIU MAIOR DO QUE ENTROU

Viver é Perigoso

ALÉM DA IMAGINAÇÃO


O Prefeito de Itajubá informou hoje que a cidade possui 28 leitos de UTI. Com equipamentos de ventilação mecânica e aparatos. Do total, 20 estão no Hospital e 8 na nossa Santa Casa de Misericórdia. Não adiantou quantos estão ocupados.

Só lembrando que se trata dos recursos para atendimento de toda a nossa micro-região. Oremos, pois.

Até o momento, a política adotada de distanciamento social vem sendo correta, salvo algum contra- tempo aqui e outro ali.

Ficamos assustados e incrédulos, quando o chefe do executivo local, anunciou a montagem de um hospital de campanha no ginásio poli esportivo da Unifei, quando todos sabemos da existência de um andar inteiro, praticamente pronto na nossa Santa Casa.

Caso essa pirraça não cesse quando estamos diante do maior episódio médico dos tempos modernos, nunca cessará.

Estamos diante de uma das maiores teimosias já vista na cidade. Executivo de costas viradas para uma centenária, competente e séria instituição de saúde.

O belo e oportuno discurso do Senhor Prefeito sobre solidariedade, humildade, responsabilidade, precisa urgentemente vir para a prática.

Sobre reclamações sobre postagens e comentários críticos nas redes sociais, fazer o quê ? O cidadão luta contra uma maioria absoluta de vereadores dependentes e lhe resta o esperneio.

Escantear a Santa Casa e priorizar um improvisado hospital de campanha ?  Tenham paciência.   Uma opção derradeira a ser tomada após o esgotamento de todas as possibilidades existentes.

Viver é Perigoso   

AGORA VAI !


Luiz Henrique Mandetta acaba de ser demitido oficialmente do Ministério da Saúde. Ele será substituído pelo oncologista e empresário Nelson Teich.

Dr. Teich, formou-se em medicina na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1980) e se especializou em oncologia no Instituto Nacional de Câncer. É doutor em Economia da Saúde pela Universidade de Iorque, no Reino Unido.

Blog: Torcendo para dar certo. O que não será difícil, considerando o seu preparo. Basta o presidente não ficar desconstruindo com palpites contraditórios e sem base.

Viver é Perigoso 

A SITUAÇÃO É ESSA MOÇADA

% da populaçãoItajubáposição no Estado 
65 ou mais9,53%515º2314º
60 ou mais14,04%470º2063º
65 a 697,71%393º1907º
70 a 794,14%522º2514º
80 ou mais2,19%438º1717º

Considerando que temos 97.000 habitantes... posição no Estado e no Brasil.

A taxa de mortalidade entre pessoas com 80 anos ou mais na atual pandemia do coronavírus é 13 vezes maiores do que na faixa de 50 a 55 anos. Mesmo entre os maiores de 65 anos, dados do Ministério da Saúde mostram que elas são quase 80% das vítimas da Covid -19.

Viver é Perigoso

CALAMIDADE


Em votação remota, realizada ontem, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou, em turno único, três Projetos de Resolução  que reconhecem estado de calamidade pública em municípios do interior do Estado devido à pandemia de Covid-19.

O PRE 37/20 é do deputado Sargento Rodrigues (PTB), e reconhece reconhece calamidade em Lavras. 
O PRE 38/20 é do deputado Betão (PT) e trata do município de Juiz de Fora (Zona da Mata). 
O PRE 39/20, é da deputada Rosângela Reis (Podemos), acata a declaração de Timóteo (Vale do Aço).

O relator das três matérias, deputado Douglas Melo (MDB), opinou pela aprovação de todos na forma do substitutivo nº 1 que apresentou a cada um dos PREs. Cada substitutivo apenas ajustou o prazo de duração, estabelecendo que o estado de calamidade vale por quatro meses, com possibilidade de prorrogação.

O estado de calamidade ratificado pelo Legislativo confere mais poder a essas administrações municipais na tomada de decisões socioeconômicas para enfrentamento da pandemia e suas consequências.

Assim, a partir de agora, Lavras, Juiz de Fora e Timóteo passam a ter maior autonomia financeira e administrativa, com a suspensão de prazos e limites referentes a despesas com pessoal e dívida pública fixados pela Lei Complementar 101, de 2000, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

De acordo com os decretos municipais, as prefeituras poderão, ainda, estabelecer medidas emergenciais, como, por exemplo, quarentena, fechamento/isolamento de áreas públicas, instituição de barreiras sanitárias e contratação de mais profissionais para atuar no combate ao coronavírus.

Blog: Itajubá (não sabemos se já entrou com pedido de reconhecimento do estado de calamidade na AL), certamente será apresentado pelo deputado Dalmo de Ouro Fino, ao invés do depéutado itajubense Ulysses Gomes (???). Atenção: o prazo aprovado é de 4 meses e não até o final do ano como a PMI publicou.

Viver é Perigoso

FIRMEZA

Viver é Perigoso