domingo, 19 de janeiro de 2020

O FUNDO PERDIDO


O PT e o PSL ,vão administrar a maior fatia do Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhões, recursos públicos que serão usados pelos partidos para financiar as campanhas de candidatos a prefeito e vereador. Cada uma dessas legendas deve gerenciar uma verba milionária de cerca de R$ 300 milhões.

Em Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do país, o PSL tem como meta eleger 100 prefeitos e pelo menos 150 vereadores. 

No caso do PT, a intenção da legenda é recuperar terreno no Estado, que perdeu em 2016 após a avalanche de acusações contra petistas. Na eleição municipal de 2012, a legenda havia conseguido eleger 114 prefeitos no Estado. Já em 2016, esse número foi reduzido para 37.

Em tempo: Na eleição presidencial de 2018, o PSL só recebeu R$ 17,5 milhões do fundo eleitoral. Agora, vai receber mais de R$ 300 milhões.

Viver é Perigoso

A LUTA RECOMEÇA


O PT discute ter candidato próprio para a prefeitura de Itajubá nas eleições de outubro.

Postado:

"Em nosso escritório regional de Itajubá, reunião com os amigos da direção do Partido dos Trabalhadores de Itajubá, que vem organizando de forma séria e comprometida os trabalhos no município. Tenho certeza da capacidade e condições que teremos de, coletivamente, construir um debate amplo com a sociedade e apresentar um bom projeto."

Blog: O partido tenta escalar uma pedreira em todo o País. O desgaste foi e tem sido tremendo. Na oportunidade certa, tendem a se organizar para conseguir eleger um representante para a Câmara Municipal. Aliás, já conseguiram nas eleições passadas com a Célia Rennó, que foi impedida de exercer o cargo legitimamente conquistado, por ações do pessoal no poder. Aliás, um vazio a ausência da Celinha na foto. 

Vamos lá !

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO



Viver é Perigoso

NA BOA VISTA, É CLARO !

Viver é Perigoso