quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

CENSURA OU PROMOÇÃO

Sinceramente ? conheço o tal "Porta dos Fundos" pela leitura em jornais. Não assisto nada desse pessoal.

Também pela imprensa acompanho de longe a discussão sobre esse filme ou série " A primeira tentação de Cristo". Como é exibida em regime fechado (streaming Netflix) só assiste quem quer. Acho um absurdo a abordagem feita pelo filme. Responderão por isso em outra esfera.

Ruim a decisão da justiça do Rio de Janeiro determinando que a produtora Porta dos Fundos e a Netflix retirem do ar o filme  "A Primeira Tentação de Cristo”. Só estão ajudando na propaganda.

Faria sentido se o tal "abacaxi", imagino eu, estivesse sendo exibido em canal aberto.

* Em priscas eras, quando ainda funcionava o Cine Paratodos, na Boa Vista, é claro, filmes ruins eram chamados de "abacaxi" ou de "bomba". 

Viver é Perigoso

BANCOS, BANCOS E BANCOS.

O Banco de Itajubá S.A foi fundado em 1912 e funcionou até 1957. 

Pois é, a matriz era em Itajubá. Teve uma importante filial na Rua da Alfândega, 45 - Rio de Janeiro.

Possuía agencias em 10 cidades e escritórios em outra 16.

Eram diretores, Wenceslau Braz, João Antonio Pereira e José Braz Pereira Gomes.

O Banco da Lavoura de Minas Gerais foi fundado em Belo Horizonte em 1925, por Clemente Faria e José Bernardino Alves Junior. Na década de 50 o Banco ficou com os herdeiros Aloísio e Gilberto.

No final dos anos 50 o Banco da Lavoura assumiu o Banco de Itajubá.

Na década de 70, depois de desavenças entre os dois herdeiros, o Banco foi dividido em dois. Aloísio Faria criou o Banco Real, ficando com o Banco da Lavoura. Gilberto Faria, fundou o Banco Bandeirantes, depois Unibanco e hoje Itaú-Unibanco.

Em julho de 1998 o ABN AMRO compra o Banco Real e também o Bandepe e o Banco Sudameris. Em 2007 é vendido para o consórcio formado pelo Royal Bank of Scotland pelo espanhol Santander e pelo belgo-holandês Fortis.

O Banco Santander S.A. é o maior banco da zona euro. Tem sua origem em Santander, Cantábria, Espanha, tendo sido fundado em 1857. 

Então: Banco Itajubá - Banco da Lavoura - Banco Real - Banco Santander

Em 1924, João Theotônio Salles nasceu em Cambuí no dia 18 de fevereiro de 1888. Em 1924 fundou em Poços de Caldas a Casa Bancária Moreira Salles. Em 1933, seu filho Walther Moreira Salles, nascido em Pouso Alegre em 28/5/1912, tornou-se sócio. Em 1940, a Casa Bancária foi elevada a condição de Banco Moreira Salles, com a fusão com o Banco Machadense e a Casa Bancária de Botelhos. Em 1967 teve seu nome mudado para União de Bancos Brasileiros S.A. Em 1975, o conglomerado financeiro passou a ser denominado como Unibanco.

Em 3 de novembro de 2008, o Itaú e Unibanco anunciaram a fusão das operações financeiras, formando o Itaú Unibanco Múltiplo, a maior holding financeira do hemisfério sul, e entre as vinte maiores do mundo.

Conclusão: Conseguimos colocar nossa cidade na história.

Viver é Perigoso

MERCADO MUNICIPAL


A história se repete. Aliás, com uma frequência extraordinária na última e nesta administração municipal. 

Na mais pura intransigência, o Executivo não esclarece os pedidos de informações dos Senhores Vereadores Independentes, no presente caso, Marcelo Krauss e Santi, cumprindo o compromisso constitucional de fiscalizar.

Aí está ! Não presta contas aqui e terá que prestá-las "a toque de caixa" para o Tribunal de Contas.

Juízo Moçada !

Viver é Perigoso 

PHOTOGRAFIA NA PAREDE

Carlos Alberto Ricceli, John Herbert, Leilah Assumpção, Fafá de Belém, Mario Soares (presidente de Portugal)/esposa, Fernando Henrique Cardoso, Bruna Lombardi, Bibi Ferreira, Regina Duarte, Lygia Fagundes Telles, Ruth Escobar e Irene Ravache.
Linha de frente do teatro (e música) - brasileiro durante uma época e políticos cultos.

Viver é Perigoso

GOLPE DE MESTRE ? OU COINCIDÊNCIA ?




Foi publicada no Diário Oficial de ontem (7/1) a Lei 23.533, que autoriza o Estado a quitar, total ou parcialmente, dívidas com os municípios, a partir da transferência de imóveis. A renegociação se refere a repasses constitucionais obrigatórios referentes a créditos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) e do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) que não foram realizados até 31 de janeiro de 2019.

A nova lei é originária do Projeto de Lei 1069/19, do deputado João Magalhães (MDB), aprovado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no dia 10 de dezembro do ano passado.

A transferência de propriedade do imóvel para o município terá que ser homologada pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG).

Pois bem, no dia 7/12/19 foram publicadas no Diário Oficial de Minas Gerais, as leis 23.482/2019 e 23.483/2019, de autoria do deputado Dalmo Ribeiro, que autorizam o Estado a doar ao município de Itajubá, respectivamente, os imóveis que abrigam o Centro de Abastecimento Integrado – Ceasa e o Itajubá Tênis Clube – ITC.

A lei 23.482/2019 contempla o imóvel de 16,5 mil m², na rua Olegário Maciel, onde já está instalado o Centro de Abastecimento Integrado, popularmente chamado de Ceasa. Já a lei 23.483/2019 se refere ao imóvel de 18 mil m², na avenida Paulo Chiaradia e rua Umbelina Chiaradia, onde está instalado o Itajubá Tênis Clube - ITC.

Exatamente com 1 mês de antecedência (ou seriam 3 dias) o Estado cedeu gratuitamente bens imóveis para o município, que poderiam ser trocados por dívidas existentes com a cidade.

Como o PL 1069/19 já estava em tramitação na Assembleia...

Sinceramente, caso ninguém chie, melhor para nós. Claro, que nada teria acontecido sem o conhecimento do Secretário Bilaquinho.

Viver é Perigoso