quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

VAI QUE PEGA !


O Ministério da Educação publicou nesta quarta-feira (2) uma portaria no Diário Oficial da União que determina o retorno das aulas presenciais para todo o sistema federal de ensino superior do país a partir do dia 4 de janeiro de 2021.

Reação pronta e imediata:

1 - A Universidade Federal de Brasília (UnB) emitiu um comunicado em que diz ter recebido com surpresa a publicação da portaria e reitera que não colocará em risco a saúde dos integrantes de sua comunidade.

2 - O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) também se manifestou contrário à portaria, em um comunicado intitulado "Governo quer colocar nossas vidas em risco. Não aceitaremos."

3 - Em nota, Denise Pires de Carvalho, reitora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), disse que a instituição “seguirá, com muita seriedade e responsabilidade, protegendo a vida da comunidade universitária e não deixará de cumprir, com autonomia, a sua missão institucional”.

As universidades públicas têm autonomia garantida pela Constituição. Não caberia ao MEC decidir sobre isso. 

Como a Portaria não deve "pegar" e dentro do estilo (administrar por tentativa) do governo Bolsonaro, comenta-se, que após a repercussão negativa, o ministério da Educação vai revogar a tal portaria. Nota a respeito deverá ser divulgada ainda hoje.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

revogou
não acho que seja administração por tentativa
como em outros casos é trapalhada mesmo