terça-feira, 29 de dezembro de 2020

TOMOU O BARCO

A turma já entrada nos 70 o tinha como ídolo. Inspirador e companheiro de muitas cervejadas. Paixão e dor de cotovelo. No Brasil, muitas vezes interpretado, e muito bem, pelo Aldemar Dutra.

O compositor mexicano Armando Manzanero, ícone do bolero, tomou o barco ontem (28) aos 85anos, na cidade do México. Ele estava internado em estado grave em hospital por causa de Covid-19.

Armando Manzanero Canché, nasceu em Mérida em 1934 foi cantor e compositor. Suas composições são interpretadas por cantores com fama internacional como Frank Sinatra, Tony Bennett, Elvis Presley, Frank Pourcel, Paul Mauriat, Ray Conniff, Andrea Bocelli, Christina Aguilera, Eydie Gorme, Roberto Carlos, entre outros.

Esteve se apresentando no Brasil por diversas vezes.

Foi agraciado com o Prêmio Grammy de Contribuição em Vida em 2014.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Humberto. disse...

Meu caro, mais um grande compositor que se foi. Gosto muito da música "Esta tarde vi llover". Tem uma letra simples, mas o suficiente.

Esta tarde vi llover
Vi gente correr
Y no estabas tu
La otra noche vi brillar
Un lucero azul
Y no estabas tu
La otra tarde vi
Que un ave enamorada
Daba besos a su amor ilusionada
Y no estabas tu
Esta tarde vi llover
Vi gente correr
Y no estabas tu
El otoño vi llegar
Al mar oí cantar
Y no estabas tu
Ya no se cuanto me quieres
Si me extrañas o me engañas
Solo se que vi llover
Vi gente correr
Y no estabas tu.

Um Feliz Ano Novo, que Deus continue te abençoando e guardando os teus passos.

Um grande abraço.

Humberto.