sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

NÃO ESCAPA UM


O Ministério Público de Minas Gerais ofereceu nesta sexta-feira (18) denúncia contra o ex-governador do Estado e hoje deputado federal Aécio Neves (PSDB) pelos crimes de peculato, corrupção e lavagem de dinheiro, relacionados com a licitação e as obras de construção da Cidade Administrativa. Outras 15 pessoas também foram denunciadas. 

De acordo com a promotora Paula Ayres, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPMG, a denúncia trata dos fatos que ocorreram nos anos de 2007 a 2010 e foi ofertada em face do então governador do Estado de Minas Gerais, do então diretor da Codemig Oswaldo Borges da Costa, conhecido como Oswaldinho, e de outras 14 pessoas. 

"As investigações tiveram início em 2017 em razão de colaboração premiada que celebrada no âmbito da Lava Jato em dezembro de 2016 que trazia informações a respeito dos fatos criminosos ocorridos em Minas Gerais"

De acordo com Paula Ayres, as apurações feitas pela Polícia Federal indicam que as irregularidades causaram um prejuízo superior a R$ 50 milhões aos cofres públicos do Estado.

O Tempo

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: