terça-feira, 15 de dezembro de 2020

NÃO ESCAPA UM


O ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), homologou a delação premiada de José Seripieri Filho, fundador da Qualicorp, gigante do ramo de seguro de saúde.

O acordo foi fechado com a PGR (Procuradoria-Geral da República) em novembro e aguardava a validação do ministro do Supremo.

Seripieri concordou pagar cerca de R$ 200 milhões de ressarcimento aos cofres públicos pelos crimes cometidos. 

A colaboração é vista com apreensão no mundo político pela proximidade do empresário com figuras importantes da República e pelo montante de repasses financeiros que ele fez a políticos de vários partidos.

Blog: Na certa essa questão está em pauta nas negociações para eleição dos presidentes do Senado e da Câmara. Em tempo, discutir prisão após segunda instância, nem pensar.

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Apreensão nos ninhos tucanos de alta plumagem. Aqueles esqueletos citados outro dia. Vão ressuscitar.

Anônimo disse...

Esqueletos, vírus, amebas PeTrificada , ta podre a coisa não?