domingo, 6 de dezembro de 2020

MEUS SAIS, POR FAVOR !


Até entendo. Mas se tem uma coisa que me incomoda é a origem do dinheiro pago aos senhores advogados por corruptos e denunciados por desvios de recursos públicos.

Não tem como.

Agora vem o admirado Dr. Sérgio Moro, homem que a história irá mostrar como o responsável pela interrupção da corrupção desvairada que grassava no País. Junto com o Ministério Público do Paraná, colocou na cadeia figurões da república.

Tudo bem, o Dr. Moro aposentou-se e não está mais presente no serviço público e tem o direito de fazer, ou não, o que quiser.

Mas essa de se associar a uma banca de advogados que, entre outros, presta serviço para a corruptora-mor, Odebrecht, me parece uma derrapada e tanto.

Quem garante que os honorários a serem pagos pela empreiteira ultra-enrolada no mundo, não tenha origem "não muito católica" ?

Seguirei grato e respeitando o Dr. Sérgio Moro, mas preferiria que ele continuasse do lado e cá. Quem sou eu ? mas não gostei da flexibilidade.

Viver é Perigoso

9 comentários:

Anônimo disse...

A ficha de que o tal Moro não é honesto começa a cair, né, Zelador. E é uma verdade dura de engolir (foste enganado por tanto tempo... que pena)

Anônimo disse...

Na vida o q vale é o TUDO POR DINHEIRO, ou não?

Anônimo disse...

Enquanto uns choram outros vendem lenços.

Anônimo disse...

Nem eu. Primeiro aceitar ser ministro logo de quem. Agora isso.Tá certo que deixou uma carreira promissora e precisa se sustentar mas essa assessoria convenhamos.... Munição argumentativa para a petralhada e principalmente no julgamento da sua suspeição. Causídico Jurássico

Edson Riera disse...

Duro de Engolir

Continuo reconhecendo o extraordinário trabalho do pessoal de Curitiba. Desmantelaram a maior quadrilha que já existiu na história do Brasil. Afastou Lula e asseclas.

Zelador

Anônimo disse...

Zelador,
Quem garante a origem católica do dinheiro que paga o médico?
Quem garante a origem do dinheiro que paga o arquiteto?
Quem garante a origem católica do dinheiro do dízimo?
Pecunia non olet.
Pq Moro teria que se preocupar com isso?
Vc alguma vez se perguntou?
A Padaria Morro Chic questiona?
Ele virou algum santo, a quem se deve cobrar sofrimento e martírio?
É apenas um homem trabalhando para sustentar a família.
Muito digno de ter ido para a iniciativa privada e não para uma cadeira no conselho de Furnas.
Acho que Moro já fez a sua parte e está deixando a vida pública.
Abs
H. Finn

Edson Riera disse...

H Finn

Uma coisa é quase certa: O dinheiro de quem está tentando escapar de acusações comprovadas de desvios de recursos públicos, advindos de sobrepreços, etc, "não é católico".

Como escreveu, se não me engano, Saint Exupery, "você é responsável pelos que você cativa". O Moro, excepto pelos petistas e bolsonaristas, tornou-se uma esperança pela coragem.

Mas é a vida. Continua tendo a minha gratidão, porém agora, um pouco com a esperança um pouco esfriada de eventual participação pública.

Abraço

Zelador

Anônimo disse...

A vida segue, olhe na terrinha quantos ficaram pra traz, cambetiando, o importante do Morro é q pelo menos não é corrupto, ladrão , é tem q seguir pois infelismente "deu um tiro no saco", foi pra outro caminho, que vá....

Anônimo disse...

A ingratidão é virtude dos fracos! Na vida nem sempre seremos reconhecidos por aquilo que fazemos às outras pessoas, é bom que a gente não alimente falsas expectativas de que todo mundo vai agradecer pelo bem que .... seguir sempre em frente, é o caminho.😔