quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

DURMA-SE COM UM BARULHO DESSES



A empresa norte-americana, SIG Sauer, recebeu autorização do Exército para fabricar suas pistolas em versão nacional na Imbel.

O decreto do comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, foi publicado nesta quinta (17) no Diário Oficial da União. Segundo o texto, a SIG Sauer teve o plano de nacionalização de pistolas de calibre 9mm P320, em três modelos e suas variantes, aprovado.

Lembrando que recentemente o governo federal derrubou a alíquota de importação de pistolas e revólveres, que era de 20%. O Supremo Tribunal Federal acabou, por meio de uma decisão provisória, cancelando a medida.

A negociação com a SIG Sauer teve apoio de Eduardo Bolsonaro (olhem o boné), um entusiasta de armas que nunca escondeu sua pressão para abrir o mercado nacional e quebrar o virtual monopólio da brasileira CBC/Taurus, promovendo a SIG Sauer tanto na internet, com vídeos e postagens em redes sociais. 

Eduardo celebrou o acordo na internet. Em postagem no Facebook, já adiantou que "há expectativa" de produção não só das pistolas, mas também de fuzis e submetralhadoras.

Blog: Pelo menos a produção (montagem) das pistolas deverá ser feita em Itajubá. Questão complicada.

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Chuva, rio sobe um pouquinho e vem as fotos no zap com preocupação; informação nenhuma; Antes tinha aquele negócio das bacias onde a gente podia olhar.agora......

Anônimo disse...

Esse (des)governo é de matar.