quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

COMPETIÇÃO



A idade avançada me permite fazer este balanço. Conheço, acompanhei e li muito sobre os Presidentes da República desde Getúlio Vargas.

Passei por Juscelino, Jânio, Jango, Castelo Branco, Costa e Silva, Os três patetas, Médici, Geisel, Figueiredo, Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula, Dilma, Temer e Bolsonaro.

Não considero como mérito não roubar e não deixar roubar. Isso é obrigação.

Na minha modesta opinião, Jânio, Collor, Dilma (segundo mandato) e Jair Bolsonaro, disputam a Taça de pior presidente no período que acompanhei.

Como dizem na Boa Vista, é claro, os quatro estão no momento quase "pareados", com ligeira vantagem para Jair Bolsonaro, sendo que este, para escapar da competição terá que se superar em muito. Quase impossível. Porém para levar a Taça, basta seguir a sua rotina normal.

Viver é Perigoso    

12 comentários:

Anônimo disse...

Não com idade tão avançada mas conhecendo a história política; quais os melhores ou menos ruins? Disparado Juscelino, depois Castelo, Geisel pelo enquadramento da linha dura, Itamar pelo plano Real e a moralização pós Collor; FHC só pensou em reeleição, segundo mandato desastroso, e um pouquinho Temer - apesar dos escândalos - pelo conserto da bagunça pós Dilma e o PT.
Por falar em piores Bolsonaro está sendo chamado de Incompetente da República.

Anônimo disse...

Zé o Dória acaba de levar um tranco dos chineses. Decidiram não publicar os dados da 3ª fase vacina só daqui a 15 dias. Na China não tem calendário político e nem oportunistas de plantão. Bolsonaro/Pazuello de uma lado Dória de outro 190.000 mortes 7.360.000 casos e aumentando continuo pedindo ajuda divina.
E.T. tentativa do governador passar férias em Miami durante o recrudescimento da covid em SP onde temos o maior número de casos, de mortes e sistema de saúde próximo do colapso não é o fim?

Anônimo disse...

Não vi JK.
Meu melhor presidente: Itamar. Disparado o melhor.
Nao sei como, mas Itamar foi ótimo.
Seguido por FHC (1. Mandato) e Lula (1. Mandato).
H. Finn

Anônimo disse...

Vcs não vão comentar os governos que destruíram o país, os sonhos, os empregos, os valores, ???? Ah...para! Assim realmente a conclusão é de que o povo é que é uma merda mesmo....por favor!

Anônimo disse...

Os governos militares não foram 3 patetas, acho q ....bom, deixa pra lá, cada um sabe o q gosta.

Anônimo disse...

Desculpe ai, mas dizer q Lula fez um ótimo mandato é lamentável! Ele roubou nosso PAÍS , roubou em todos os sentidos com sua corja, desgracou a vida de milhões, mas claro os q foram beneficiados o adoram, vamos respeitAR OS BANDIDOS! POBRE BRASIL!

Anônimo disse...

AI-5 é fichinha! O Brasil passou 16 anos sob o AI-13 onde roubaram até o ORGULHO da nação!16 anos e olha lá...

Edson Riera disse...

Três Patetas -

Como era chamado o triunvirato governamental que governou o Brasil de 31 de agosto de 1969 até 30 de outubro de 1969. Foi composta pelos três ministros militares: o Almirante Augusto Rademaker, ministro da Marinha (presidente da junta); o General Aurélio de Lira Tavares, ministro do Exército; e o Brigadeiro Márcio de Sousa Melo, ministro da Aeronáutica. Naquela época, o Brasil estava no auge do militarismo, e os militares não estavam dispostos a permitir que civis tivessem uma parcela real de poder. Pedro Aleixo, vice-presidente civil de Costa e Silva, deveria ter se tornado presidente interino sob a Constituição de 1967, mas foi impedido de assumir o cargo.

Zelador

Anônimo disse...

*Bolsonaro realmente é o cara que vc passa a gostar ainda mais quando vê o lixo de gente que não gosta dele!* Tudo a seu tempo.

Edson Riera disse...

Lixo -

Anônimo, pelo visto você considera o Zelador e a maioria dos comentaristas com lixo.

Recomendo que para o seu bem estar, não entre mais nesse endereço.

Aqui nos discordamos e concordamos com certa classe. O que parece lhe faltar.

Zelador

Anônimo disse...

Entendi...valeu CAMARADA...fui.Feliz Natal e 2021.👉🎄

Anônimo disse...

Apoiado zelador!Continuaremos opinando e divergindo com classe. O colega das 11:51 poderia passar o Natal sem essa.