domingo, 1 de novembro de 2020

PONTO DE NÃO RETORNO


Confesso que fiquei sabendo há pouco tempo do conceito. E foi num filme da Netflix.

Várias áreas do conhecimento utilizam o conceito de ponto de não retorno (tipping point) para designar fenômenos em que, uma vez atingido uma massa crítica ou ponto crítico, dispara-se uma mudança brusca de padrões de comportamento. É a gota d`água.

As ciências sociais utilizam o conceito para explicar mudanças de costumes da costumes da sociedade, como a moda e novo valores. Na saúde, para designar quando uma curva normal de contágio se transforma em epidemia.

O conceito tem sido empregado na questão ambiental. Uma vez atingido um certo nível de desmatamento, reduzem-se o ciclo de chuvas e a umidade da floresta, ampliando ou produzindo incêndios. Aumentam os eventos climáticos e o ritmo de degradação acelera, não sendo possível regenerar o bioma. 

Também se usa esse conceito na criminalidade urbana.

Na economia há também a aplicação do conceito do ponto de não retorno. Mudanças bruscas de expectativas dos agentes econômicos podem ocorrer em função de alguma informação nova ou nível crítico atingido por alguma variável econômica relevante.

Não se sabe ao certo quando um ponto de retorno será atingido. Geralmente se percebe é o fato consumado, pela mudança de regime. Correções de rumo tornam-se mais difíceis ou mesmo impossíveis.

Blog: De forma simplista, na Boa Vista, é claro, dizia-se: "a vaca foi para o brejo"

Extraído de artigo da Zeina Latif

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: