segunda-feira, 16 de novembro de 2020

HAI GOBIERNO ?

 


Bom gente, assunto encerrado e, mesmo sem muitas esperanças de acontecerem mudanças fundamentais e necessárias, obrigatoriamente, todos devem aguardar, torcer e esperar a moçada eleita colocar o time em campo. Certamente sem grandes novidades, porém reforçada pelos companheiros que saíram na chuva e não conseguiram se eleger.

Um ou dois vereadores eleitos deverão ser convidados para ocupar secretarias, dando lugar para os seus suplentes. Já é esperado. 

Surpreendente o PV fazer os dois vereadores mais votados, Silvio e Pedro Gama. Foi muito bom. O melhor vereador dos últimos tempos, Marcelo Krauss, foi reeleito. Uma certeza de independência.

Confesso que ainda não assimilei a eleição coletiva do PT, com a Andressa assumido a cadeira na Câmara. Somos por natureza politicamente indisciplinados e individualistas. Veremos.

Na eleição para Prefeito, não deu outra. Nada de estratégias eletrônicas. A cartilha seguida pela cúpula da situação foi antiga. Dividir para conquistar ( “Divide et impera” ou “Divide et Vinces”), clássico nas estratégias de guerra para enfraquecer e subjugar os povos. O termo, foi cunhado por Júlio César em seu livro” De Bello Gallico” (Guerra das Gálias), que explicou como a vitória romana na guerra gaulesa era essencialmente uma política de “dividir” seus inimigos.

Na terrinha, "os galeses" foram alertados. Não conseguiram se compor.

Não deu outra.

Oremos

Viver é Perigoso

5 comentários:

Anônimo disse...

1-Pois é Zé estou convencido há tempos que só uns poucos pensam no que é melhor politicamente para a cidade. Só nos seus objetivos imediatos e futuros, fora o que não sabemos sobre acordos. E tome gastos com o fundo partidário, meu, seu , nosso dinheiro.
2-Opinei outro dia sobre sobre os mandatos coletivos. Continuo achando uma boa ideia. Controle mínimo sobre os mandatos. Confirmei e com certeza foi testado aqui pelo Laudelino. Estranho nessa era da comunicação a experiência ser aplicada basicamente por partidos de esquerda.
3-Também é importante ver o Renova Brasil - Grupo de Renovação Política - elegeu dez prefeitos, um vice-prefeito e 136 vereadores, distribuídos entre 25 partidos em 121 cidades do país. Em 2018 elegeu gente como os deputados Marcelo Calero (Cidadania-RJ), Tabata Amaral (PDT-SP). Os dois gratas surpresas.

Anônimo disse...

https://renovabr.org uma grande experiência. alertado fui pesquisar.época de descrédito seria bom os políticos prestarem atenção principalmente os da terrinha.

Marco Antonio Gonçalves disse...

Zelador,

inicialmente e teoricamente, a situação do prefeito Christian vai ser mais complicada que a de Rodrigo Riera na Câmara, porque ao menos seis foram eleitos pela oposição. Destes, quatro deverão ter atuação independente (Marcelo, Silvio, Pedro e Andressa). Markinhu foi eleito pelo PSD de Dr. Bob, mas possivelmente será abarcado pela situação e Chiquinho é um incógnita, mas uma conversa a mais poderá levá-lo facilmente à base aliada.
O fato é que Christian não terá a facilidade que Rodrigo Riera teve na câmara. Terá seus cães de guarda, como Melo e Robson, mas a juventude de Andressa, Pedro e Silvio e a experiência de Marcelo serão alentos para quem não quer ver o legislativo nos próximos quatro anos como foi nos últimos oito.

Edson Riera disse...

Caro Marco,

Mudanças provocadas por necessidade de ajeitamento, certamente acontecerão. O Robson deve ir para uma secretaria e dar lugar para o Massoud, que por sua vez pode dar o seu lugar para o Molina.

Também não é impossível o Kener ceder o lugar para o Bissacot.

A presença dos preparados e independentes Krauss e Pedro Gama os incomodará, ainda mais somado com o PT.

Abraço

Zelador

Edson Riera disse...