sábado, 14 de novembro de 2020

CARTA QUE RECEBI


Itajubá, 14 de novembro de 2020

Meus Amigos,

Eu gostaria de expor uma situação. 

Se seus filhos não convivem com crianças com necessidades especiais na escola e nunca foram ensinados que nem todo mundo é igual, talvez você deva gastar 10 minutos hoje à noite para explicar isso para eles, porque, embora eles não convivam atualmente com essas crianças na escola, eles as encontrarão em suas vidas certamente.

À luz dos eventos recentes sobre a exclusão de uma criança com autismo de participar de uma viagem escolar e uma criança com Síndrome de Down ser expulsa da aula de dança porque ela não conseguia acompanhar, sinto a necessidade de compartilhar isso. 

Há meninos e meninas que ninguém convida para festas de aniversário. Existem crianças especiais que querem pertencer a uma equipe, mas não são selecionadas porque é mais importante vencer do que incluir essas crianças. 

Crianças com necessidades especiais não são esquisitas ou estranhas, elas só querem o que todo mundo quer: ser aceito!

Posso fazer uma pergunta?

Existe alguém disposto a copiar e colar esta postagem em seu mural sem compartilhá-la, como eu fiz, por todas as crianças especiais por aí? 

Por favor, ensinem os filhos de vocês a serem gentis com essas lindas crianças!

Todo mundo precisa de amor e bondade.

Virgínia

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: