domingo, 11 de outubro de 2020

SIMPLICIDADE É UMA ARTE


Com todo o respeito e solidário com as dificuldades vivenciadas por todos, as mudanças provocadas pela pandemia nos têm proporcionado a graça da vivência diária com os nossos netos. E confirmo: de minha parte tem sido uma aprendizado constante.

Como, com o correr dos tempos, a gente complica tudo.

Hoje li uma experiência, igual a tantas que dispararam a acontecer aqui na Boa Vista, é claro, durante todo o tempo. Foi contada pelo Luís Fernando Veríssimo:

O neto dele, com oito anos, foi questionado pela professora, quando a letra "O", em final de palavra, tem som de "U". Resposta do neto:

- De vez em quando.

Primor de resposta. 

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: