segunda-feira, 26 de outubro de 2020

MOÇO BONITO


Os 15 dias que vivemos em perigo.

Amigo mesmo, desses que quase não existem mais. Eu de direita e ele de esquerda. quer dizer, um destro e outro canhoto. Descobrimos quase tudo juntos. Cúmplices.

Já era amigo do Virgílio Machado desde essa época:

"A história geológica mostra que as regiões sul e sudeste do Brasil já pertenceram a um dos maiores desertos em extensão da terra, isso há mais de 130 milhões de ano.
Por essa época, a América do Sul ainda estava unida à África, formando o supercontinente Gondwana. O rio Amazonas nascia ao norte da África e desembocava no oceano Pacífico. Com a ruptura do Gondwana, houve a elevação das cordilheiras dos Andes, o que provocou a alteração do curso do rio Amazonas.
Essa ruptura também deu origem ao oceano Atlântico e ao maior fluxo de lava da história da terra, que sepultou as areias do antigo deserto.
O clima desértico abrandou até desaparecer por completo e um novo regime de chuvas começou a dominar.
Dados e informações colhidas confirmam que a cidade de Itajubá foi um dia um árido deserto, com as mesmas características do Kalahari que cobre a Namíbia e o Botswana.
Confirmado por antigos manuscritos a existência de Oásis de extrema valia situado nas atualizadas coordenadas 22º 25´30´´ de latitude sul, e 45º 27´20´´ a oeste do meridiano de Greemwich.
Era chamado do Oásis de Boa Vista."

Juízo Caro Véio.

Viver é Perigoso

3 comentários:

Anônimo disse...

Nossa Zelador!!!!
O que aconteceu com o véio????

Edson Riera disse...

Véio -

Imagine, no domingo dia 11, o Véio jogando futebol no campo do Vasquinho, na Boa Vista, é claro, depois de assinalar um gol, passou mal e foi levado para o hospital. Teve infarto (2). Fui operado de imediato e ficou uns 10 dias fora do ar, completamente. Voltou e depois de 15 dias teve alto. Está se recuperando, graças a Deus.

Zelador

Anônimo disse...

Pelo que conheço o Véio vai se restabelecer rápido. Magrinho, esportista e de vida regada. Nosso abraço.