quinta-feira, 22 de outubro de 2020

CONTRACULTURA

Leary e sua mulher, Rosemary, com John Lennon e Yoko Ono

Timothy Francis Leary, estaria completando hoje (22/10/2020) cem anos. Americano, professor de psicologia da Universidade de Harvard, em 1960, então com quarenta anos, de férias em Cuernavaca - México, experimentou um pouco dos "cogumelos mágicos.

Ele, que nunca tinha sequer fumado maconha, teve uma experiência divisora de águas. Mais tarde, ele diria que, naquele momento, descobriu mais sobre o próprio cérebro e sobre psicologia que em 15 anos de pesquisa. 

Timothy Leary, ícone dos anos 1960, ficou famoso como um proponente dos benefícios terapêuticos e espirituais do LSD. O Professor Leary defendia os benefícios desta substância psicodélica.

Timothy Leary foi expulso de Harvard depois de ter promovido uma experiência psicotrópica com uma turma inteira de estudantes de psicologia (com o consentimento destes, naturalmente). Mais tarde, a administração de Nixon fez do Professor Leary um bode expiatório no seu ataque reacionário e conservador à contracultura que florescia nesse período, enviando-o para a prisão pela sua veemente posição contra a proibição do LSD.

Amigo pessoal de John Lennon - a canção "Come Togheter" dos Beatles é inspirada em Timothy Leary, e, no videoclipe de "Give Peace a Chance", pode-se ver o professor e a sua mulher de toda a vida, Barbara, junto à cama onde John Lennon protagonizou este hino de liberdade. 

Nos anos 1980, fascinado pelos computadores, Leary dedicou-se a este novo mundo, com imenso sucesso. Criou softwares de design, continuou a escrever livros e a fazer conferências. Embora o seu tópico principal fosse na época a tecnologia, ele ainda era reconhecido como o guru do LSD dos anos 1960.

Timothy Leary faleceu a 31 de maio de 1996, aos 75 anos, na sua própria cama, rodeado por amigos. O seu corpo foi cremado e, em outubro de 1996, as suas cinzas foram transportadas pela nave espacial Pegasus e libertadas no espaço com o auxílio de um satélite, juntamente com as de Gene Roddenberry, criador de Jornada nas Estrelas, e de outros cientistas e pioneiros em estudos aero-espaciais, tais como o físico da High Frontier Space Station, Gerard O´Neill, e Todd Hauley, professor da International Space University.

Blog: Vivi jovem a época da contracultura. Gostava e gosto das músicas e cantores/conjuntos daquele momento. Grateful Dad, Janis Joplin Jefferson Airplane, The Birds, Hendrix e claro, Beatles. Tive um colega e amigo experimentador de LSD. Contava suas experiências assustadoras.
Fiquei de longe. Hoje ando estudando aquele importante e criativo período.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: