sábado, 3 de outubro de 2020

ENTREI NESSA


Há séculos, quase tudo que faço, faço ouvindo música. Quando jovem, rádios. Depois, discos de vinil, fitas, cd´s e pen-drives. Hoje, direto e reto, "streaming de áudio". 

De acordo com pesquisa da Associação Brasileira da Música Independente (ABMI), o número de brasileiros que usam streaming de áudio chegou a 59,8 milhões no segundo trimestre de 2020.

As plataformas licenciadas mais acessadas para escutar música e podcasts são Spotify (62%) do total de usuários, Amazon Music com 12% e Deezer, com 9%.

No caso, não me importo de ser controlado por algoritmos. Tocam o meu estilo, pegando dos anos 50 e parando aí pelo início dos 80. Trinta anos de música de primeira.

Nem por erro ou engano invadiram e agrediram o meu espaço sonoro, eclético, diga-se de passagem, com axé, sertanejo universitário e pagode. Ah ! estou no Spotify.

E vamos nós.

Viver é Perigoso  

Nenhum comentário: