quarta-feira, 7 de outubro de 2020

DE MÃOS DADAS


"Não estou apoiando, não sou da base do governo, mas acho que o Jair Bolsonaro, para além das diferenças que nós temos, ele pode deixar um grande legado para o Brasil que é o desmonte desse estado policialesco"
( Operação Lava Jato )

Renan Calheiros

Viver é Perigoso

3 comentários:

Anônimo disse...

Pasmem: o homem disse com todas as letras: "Eu acabei com a Lava Jato porque não tem mais corrupção no governo. Eu sei que isso não é virtude, é obrigação", declarou o presidente. Acabou como? Interferindo na Justiça e no MP com suas escolhas? Aras e agora o Kássio? a intervenção no comando da PF?
Com o passar do tempo os eleitos e suas bandeiras eleitorais vão se revelando! Nem os governos petistas e Temer tiveram tamanha ousadia. Continuam sem respostas a Val do açaí, as rachadinhas do primogênito e suas dezenas de ações para barrar as investigações e o processo, o Queiroz, a Micheque, as compras familiares de imóveis com dinheiro vivo,? causídico jurássico

Anônimo disse...

Extraiu o dividendo político da Lava Jato.
Venceu a eleição e depois a detonou.
E fica pregando "conhecereis a verdade e a verdade vos libertará".
Seria cômico se não fosse trágico.
E continua enganando muita muita gente principalmente os milhares de bolsomínios.

Anônimo disse...

Verdade, só não engana os petistas, eta pessoal do bem.