quinta-feira, 10 de setembro de 2020

ESCULHAMBAÇÃO GERAL


O escritório Teixeira & Martins Advogados cobrou da Fecomercio do Rio um gasto feito para atuar na defesa do ex-presidente Lula, indicam documentos da Operação E$quema S e da Justiça Federal no Distrito Federal.

O departamento financeiro do escritório de advocacia solicitou à entidade reembolso do gasto pela passagem do trecho Brasília-São Paulo de Cristiano Zanin Martins na mesma data em que o advogado esteve na capital federal para uma audiência em processo do petista.

Sobre o assunto: Todos os envolvidos/denunciados na Operação Lava Jato foram/estão sendo defendidos pelas mais famosas e caras bancas de advogados do País. As denúncias dizem respeito a desvios de recursos de empresas públicas.

Imagina-se que o pagamento dos honorários dos advogados tenha/está sendo feito com a parte de dinheiro "limpa" dos investigados. Ou não.

Os defensores têm a proteção da Constituição.

Mas...

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: