domingo, 13 de setembro de 2020

DESGASTE NA NOSSA ESCOLA


Aconteceu a consulta na Unifei para a composição da lista tríplice a ser submetida ao Conselho e em seguida encaminhada para o Ministro da Educação, para nomeação do novo Reitor.

Disparadamente (53,24%), a Comunidade, votou na Chapa 03, com o Professor Marcel Parentoni.

Registrando: Os três candidatos têm qualidade, competência e ricos currículos. Um com maior ou com menor experiência em gestão.

Imagino, que o Consuni, em decisão prevista para amanhã (14/9) irá confirmar o resultado da Consulta feita à Comunidade.

1 - Marcel Parentoni

2 - Edson Bortoni

3 - José Arnaldo 

O Presidente da República pode escolher qualquer dos três nomes constantes da lista tríplice. 

O mais acertado, conforme tradição (só sei de uma ocasião que não ocorreu), seria atender a decisão da Comunidade e ponto final.

Ou seria o caso de questionar: Consultar a Comunidade para quê ?

Qualquer aluno do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro, mesmo de quarentena sabe da forte possibilidade do Governo Bolsonaro escolher um candidato, aparentemente, e em tese, com perfil mais próximo das ideias bolsonaristas e/ou apoio político. No caso, não seria o vencedor da consulta, Professor Marcel Parentoni. 

Desgastes desnecessários e impróprios, segundo publicações na internet, estariam acontecendo nos bastidores. Retrato do momento que ora atravessamos.

Rogamos que num gesto de equilíbrio, o Sr. Ministro da Educação, acate o decidido em Itajubá e Itabira.

Viver é Perigoso 

4 comentários:

Anônimo disse...

CALMA! A decisao nao é a decisão de Itajuba e de Itabira, se fosse assim nao seguiria pra la! Manda quem pode obedece quem tem juizo! Relaxa...

Anônimo disse...

Nao entendi camarada, o presidente teria q escolher alguem com perfil diferente? Ah, por favor....o perfil do atual é de quem?

Edson Riera disse...

Perfil

Democraticamente, como pregam, o governo simplesmente deveria respeitar a vontade da Comunidade, expressado em números altos.

Simples.

Zelador

Anônimo disse...

Esta conversa de democracia é interessante, tem hora q é fundamental tem hora q não importa, não é bem assim, ah os interesses politicos,é o q vale, simples.