quinta-feira, 3 de setembro de 2020

CARTA QUE NÃO RECEBI


Montevidéu, abril de 2015

Caro Leitor

Nasci no dia 3 de setembro de 1940, quando Hitler devorava a Europa e o mundo não esperava nada de bom.

Desde que eu era muito pequeno, tive grande facilidade para cometer erros. De tanto dar mancada, acabei demonstrando que ia deixar profunda marca na minha passagem pelo mundo.

Com sadia intenção de marcar ainda mais fundo, virei escritor, ou tentei virar.

Meus trabalhos de maior êxito são três artigos que circulam com meu nome pela internet. As pessoas me param na rua, para me cumprimentar, e cada vez que isso acontece me lanço a desfolhar a margarida:

Me mato, não me mato, me mato...

Nenhum desses três artigos foi escrito por mim.

Saudações,

Eduardo Galeano

Nota: Caso estivesse entre nós, o escritor Uruguaio Eduardo Galeano, estaria completando hoje 80 anos. "As veias abertas da América Latina" (1971), ficou marcado. Galeano, tomou o barco no dia 13/4/2015.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

"Quando as palavras não são tão dignas quanto o silêncio, é melhor calar e esperar."
"Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos."
Eduardo Galeano
Eterno caçador de histórias e frasista insuperável.Observador da Cena