sexta-feira, 25 de setembro de 2020

BOM SINAL



Deu no Estadão:

Houve forte aumento no faturamento e na quantidade de livros vendidos em setembro/2020. Pelo menos é o que o Sindicato Nacional dos Editores de Livros descobriu em parceria com a Nielsen.

Foram vendidos 4 milhões de exemplares entre os dias 10 de agosto e o último dia 6.

Já em setembro passado, foram vendidos 3,19 milhões de livros. Quando se compara agosto a setembro de 2020 o crescimento foi de 27,4% em volumes e 23,6% em valores. Além da reabertura das lojas física, o resultado veio das vendas online.

Blog: Boa notícia. Porém não creio em aumento significativo ocorrido nas lojas. O forte, e põe forte nisso, tem sido a venda online. Todo mundo vendendo livro, desde a imbatível Amazon, a Estante Virtual (com entregas mais complicadas), a Americanas e até o Magazine Luíza.

 Viver é Perigoso

Nenhum comentário: